Economia

Ibovespa segue exterior e cai; Vale sobe após balanço

Reuters
Reuters
Ibovespa segue exterior e cai; Vale sobe após balanço
Sede B3

27 de abril de 2021 - 12:14 - Atualizado em 27 de abril de 2021 - 12:15

Por Aluisio Alves

SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice da Bovespa custava a definir tendência nesta terça-feira de agenda corporativa cheia e com investidores atentos ao movimento global levemente negativo, enquanto Vale era destaque positivo.

Oscilando numa faixa estreita em torno da estabilidade desde a abertura da sessão, às 12:10 o Ibovespa apontava baixa de 0,35%, aos 120.167,98 pontos. O giro financeiro de negócios era de 10,6 bilhões de reais.

Uma tendência levemente negativa prevalecia na maior parte do tempo, seguindo o movimento dos principais mercados globais, diante de receios diante do recrudescimento da Covid em diversos países asiáticos. Além disso, o mercado aguarda sinais sobre os próximos passos da política monetária do Federal Reserve, que se reúne nesta terça e quarta-feiras.

Com isso, mesmo os resultados de empresas nos Estados Unidos acima do esperado não eram bastante para sustentar os principais índices de Wall Street, que reverteram para baixo, após abertura em alta.

Por aqui, investidores seguem atentos ao noticiário ligado à pandemia, inclusive sobre a instalação da CPI da Covid e seus possíveis desdobramentos para o governo de Jair Bolsonaro.

Em relatório a clientes, a Sul América Investimentos afirmou que o ambiente global deve impedir uma “avanço geral muito grande, mas as empresas produtoras de commodities provavelmente tendo um bom dia”.

DESTAQUES

– VALE subia 1,1%, após a mineradora divulgar na noite da véspera lucro líquido de 5,5 bilhões de dólares no primeiro trimestre, ante 239 milhões na mesma etapa de 2020, com apoio da alta dos preços do minério de ferro.

– ITAÚSA recuava 0,7% após a holding dona do Itaú Unibanco anunciar a compra de 8,53% da empresa de saneamento básico Aegea por 1,3 bilhão de reais.

– EMBRAER caía 2,2%. A fabricante brasileira de aeronaves afirmou pela manhã entregou 22 jatos no primeiro trimestre.

– CIA HERING recuava 0,6% após um salto de 26% na véspera, dia do anúncio de acordo para fusão com o Grupo Soma. Nesta manhã, a AREZZO, que teve uma proposta recusada pela Cia Hering na semana passada, informou que não fará uma nova e suas ações tinham recuo de 0,2%. Por sua vez, os papéis do Grupo Soma recuavam 3,4%.

– JBS caía 3,9%, enquanto BRF perdia 3,5%. Em relatório com previsões para balanços do primeiro trimestre de empresas de alimentos, o BTG Pactual avaliou que a BRF deve ter maiores pressões sobre margens, devido ao aumento de preços de insumos como o milho. A previsão para JBS é positiva, embora a ação esteja já em níveis históricos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3Q0XA-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.