Economia

Ibovespa mostra indefinição com recorde próximo

Reuters
Reuters
Ibovespa mostra indefinição com recorde próximo
Bolsa de valores de São Paulo

27 de maio de 2021 - 15:56 - Atualizado em 27 de maio de 2021 - 16:01

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) – A bolsa paulista mostrava certa hesitação nesta quinta-feira, conforme segue perto de suas máximas históricas, apesar do suporte positivo nesta sessão das ações da Vale, enquanto bancos atuavam como contrapeso do lado negativo.

Às 11:26, o Ibovespa subia 0,07%, a 124.076,23 pontos. Na máxima, mais cedo, chegou a 124.536,66 pontos. O volume financeiro era de 6,8 bilhões de reais.

“Investidores permanecem cautelosos em meio a dados econômicos menores do que o esperado, além de um possível aumento na inflação americana”, afirmou a equipe da Genial Investimentos.

As máximas históricas do Ibovespa foram registradas no começo do ano – de 125.076,63 pontos para o fechamento e de 125.323,53 pontos no intradia, ambos no dia 8 de janeiro.

No radar nesta sessão, também está uma bateria de dados dos Estados Unidos, incluindo pedidos semanais de auxílio-desemprego, que caíram mais do que esperado, e a segunda revisão sobre o PIB norte-americano do primeiro trimestre.

Em Nova York, o S&P 500 subia 0,3%.

DESTAQUES

– VALE ON subia 1,2%, com os futuros do minério de ferro na Ásia se recuperando nesta quinta-feira após terem chegado a tocar mínimas de mais de seis semanas, impulsionada por um alívio em preocupações sobre possíveis medidas da China contra negociações especulativas.

– EMBRAER ON avançava 5%, retomando a tendência de alta, após fechar em baixa de 2,4% na véspera, quebrando uma sequência de quatro pregões de alta.

– PETROBRAS PN mostrava acréscimo de 0,1%, em sessão de fraqueza dos preços do petróleo no exterior. Na véspera, a companhia anunciou que realizará a primeira parada programada geral para manutenção na Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, entre junho e agosto,

– ITAÚ UNIBANCO PN cedia 1%, após forte valorização na véspera, enquanto BRADESCO PN caía 0,5%.

– AZUL PN recuava 3,7%, em meio a ajustes após fechar am alta de mais de 11% na quarta-feira, assim como GOL PN, que perdia 2,3%, após elevação de mais de 7% no último pregão.

– REDE D’OR SÃO LUIZ ON, que não está no Ibovespa, caía 3,2%, a 71,17 reais, após precificar oferta de ações a 71 reais cada. No setor de saúde, NOTRE DAME INTERMÉDICA e HAPVIDA ON, assim como QUALICORP ON, também recuavam.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH4Q1AJ-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.