Economia

Governo trabalha para eliminar riscos de oferta de energia para 2022, diz ministro

Reuters
Reuters
Governo trabalha para eliminar riscos de oferta de energia para 2022, diz ministro
Ministro de Energia do Brasil, Bento Albuquerque em conferência no Rio de Janeiro.

23 de junho de 2021 - 14:34 - Atualizado em 23 de junho de 2021 - 14:35

SÃO PAULO (Reuters) – Diante de uma crise hídrica, o governo trabalha para eliminar riscos para a oferta de energia em 2022, e as ações incluem medidas que não onerem o consumidor, disse o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, nesta quarta-feira.

Segundo ele, o objetivo é que o Brasil tenha ao final do ano melhores condições de operação do sistema elétrico.

O movimento busca que país não tenha em 2022 bandeira tarifária vermelha –atualmente em vigor, o que eleva os custos dos consumidores.

Em audiência em comissão da Câmara, Albuquerque ainda reiterou que o governo não trabalha com hipótese de racionamento compulsório de energia.

Questionado sobre a afirmação do diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, de que o valor cobrado na bandeira tarifária patamar 2 subirá para refletir o maior custo com a geração termelétrica, o ministro evitou falar, acrescentando que esta é uma atribuição da autarquia.

Albuquerque disse ainda que um eventual ajuste na bandeira tarifária deverá ser deliberado até o início da próxima semana pela agência reguladora.

Ele comentou também que o governo brasileiro trabalha “firmemente” para que a usina nuclear Angra 3 entre em operação em 2026, reafirmando projeção anterior.

(Por Roberto Samora)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5M132-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.