Economia

Gargalos de oferta fazem produção industrial alemã cair em abril

Reuters
Reuters
Gargalos de oferta fazem produção industrial alemã cair em abril
Siderúrgica em Duisburg. Alemanha

8 de junho de 2021 - 08:55 - Atualizado em 8 de junho de 2021 - 09:00

Por Michael Nienaber

BERLIM (Reuters) – A falta de semicondutores, madeira e outros bens intermediários levou a uma queda inesperada na produção industrial alemã em abril, mais um sinal de que os enormes gargalos no fornecimento estão dificultando a recuperação na maior economia da Europa.

A Agência Federal de Estatísticas da Alemanha informou que a produção industrial caiu 1,0% no mês, após um aumento revisado para baixo de 2,2% em março. Pesquisa da Reuters apontava um aumento de 0,5% em abril.

A diminuição foi impulsionada por uma queda na produção de bens de consumo de mais de 3% e recuo no setor de construção acima de 4%.

Os números industriais mais fracos do que o esperado sugerem que a economia alemã terá de contar com os gastos das famílias para apoiar uma recuperação ainda frágil da crise do coronavírus.

“Essa combinação é sem paralelos: os livros de encomendas na indústria estão bem cheios e a produção está caindo”, disse o economista do VP Bank Thomas Gitzel, acrescentando que os problemas de fornecimento com semicondutores estão reduzindo a produção na indústria automobilística.

O Ministério da Economia disse que a produção industrial está sendo prejudicada por gargalos no fornecimento de produtos intermediários, como semicondutores e madeira. Mas acrescentou que as pesquisas de sentimento empresarial sugerem uma melhora nos próximos meses.

(Reportagem adicional de Paul Carrel)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH570JO-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.