Economia

EXCLUSIVO-Campanha de Biden diz a mineradoras que apoia produção nos EUA

Reuters
Reuters
EXCLUSIVO-Campanha de Biden diz a mineradoras que apoia produção nos EUA
Candidato democrata à Presidência dos EUA, Joe Biden

22 de outubro de 2020 - 20:23 - Atualizado em 22 de outubro de 2020 - 20:25

Por Ernest Scheyder

(Reuters) – A equipe do candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, disse a mineradoras norte-americanas que ele apoiaria, se eleito, o impulsionamento da produção de metais usados na fabricação de veículos elétricos, painéis solares e outros itens cruciais para seu plano ambiental, de acordo com três fontes familiarizadas com o assunto, em um aceno ao setor da mineração.

O governo do ex-presidente Barack Obama promulgou uma série de regulamentações ambientais rigorosas que afetaram o crescimento do setor durante seu mandato. Era esperado que Biden, que serviu como vice-presidente de Obama e é bem avaliado entre ambientalistas, continuasse nessa linha.

No entanto, o candidato presidencial democrata apoia iniciativas bipartidárias para a criação de uma cadeia produtiva interna para metais como lítio, cobre, níquel e outros materiais estratégicos que os Estados Unidos atualmente importam da China e de outros países, disseram as fontes.

O presidente Donald Trump, adversário republicano de Biden nas eleições de 3 de novembro, já emitiu decretos presidenciais para incentivar a mineração nos Estados Unidos. 

Em um sinal de que as mineradoras estão apostando em uma recepção amigável de Biden, executivos da Glencore <GLEN.L>, que controla a PolyMet Mining <POM.TO>, veem seu projeto de mineração de cobre no Estado de Minnesota como um investimento de longo prazo e não têm planos para reduzi-lo caso Biden seja eleito, afirmou uma fonte familiarizada com o pensamento da empresa à Reuters. 

PolyMet, Glencore e a equipe de Biden se recusaram a comentar o assunto. 

O possível apoio de Biden à mineração irá criar tensões com os apoiadores ambientalistas do democrata, que são contrários ao estabelecimento de novas minas. 

Grupos ambientalistas em Minnesota, Nevada e Arizona –três Estados cruciais para a disputa presidencial e que empregam milhares de mineiros– disseram à Reuters que trabalharão para se opor fortemente a criação de novas minas caso Biden derrote Trump. 

(Reportagem adicional de Pratima Desai e Trevor Hunnicutt)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG9L1UJ-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.