Empregos

Site especializado lista as 10 profissões mais buscadas por empregadores no 1º semestre de 2021

As vagas de estágio voltaram a subir em 2021: até o primeiro semestre do ano passado, foram 6.716 vagas contra 8.057 em 2021

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do BNE
Site especializado lista as 10 profissões mais buscadas por empregadores no 1º semestre de 2021
(Foto: Arquivo/Agência Brasil)

19 de agosto de 2021 - 08:59 - Atualizado em 19 de agosto de 2021 - 08:59

O Banco Nacional de Empregos (BNE) listou as 10 ocupações com o maior número de vagas abertas no primeiro semestre de 2021. São elas:

  • estagiário;
  • vendedor;
  • auxiliar administrativo;
  • auxiliar de serviços gerais;
  • atendente;
  • auxiliar de produção;
  • recepcionista;
  • motorista;
  • assistente administrativo;
  • promotor de vendas

As buscas por estagiário, vendedor, auxiliar administrativo e auxiliar de serviços gerais cresceram, respectivamente, 19%, 44%, 26% e 69%. Em 2020, por exemplo, foram 5.456 vagas disponíveis para vendedor, contra 7.872 oportunidades neste ano, com o comércio mais aquecido.

Para o CEO do BNE, Marcelo de Abreu, a economia já sente os efeitos do retorno do varejo. “Após o ano difícil de 2020, estamos vendo o mercado de trabalho voltar a se estabilizar, principalmente nos setores que foram mais impactados pela pandemia, como é o caso do comércio”, explica.

As vagas de estágio, que também foram impactadas em 2020, voltaram a subir em 2021. Até o primeiro semestre do ano passado, foram 6.716 vagas contra 8.057 neste ano. De acordo com o BNE, de fevereiro a outubro de 2020, as vagas de estágio caíram 56% quando comparadas com o ano anterior. “O fechamento de oportunidades de estágio foi consequência da mitigação de gastos de muitas companhias”, comenta Marcelo.

Dicas

O candidato interessado em obter as vagas deve se atentar às tendências do setor e buscar qualificação para preencher essas posições.

“É importante que os candidatos prestem atenção nos setores que mais estão contratando e comecem a candidatar seus currículos nas plataformas de emprego, como o BNE”, conta Marcelo.

O currículo deve ter informações atualizadas, objetividade e atenção aos erros. “É muito comum encontrar currículos desatualizados e com erros de ortografia. Os documentos devem ter informações objetivas e precisas, visto que os recrutadores não gastam muito tempo lendo currículos”, finaliza Abreu.