Economia

Empobrecimento da população de Londrina aumentou 65%

A pesquisa faz parte do projeto de pesquisa Desigualdade Social Londrina, da UEL

André
André Justus com informações da Agência UEL
Empobrecimento da população de Londrina aumentou 65%
Foto: Reprodução/Pexels

14 de julho de 2020 - 22:36 - Atualizado em 14 de julho de 2020 - 22:36

O projeto Desigualdade Social Londrina, do Departamento de Serviço Social, da Universidade Estadual de Londrina (UEL), cruza e analisa dados sobre a população da cidade. Com coordenação da professora Ana Patrícia Nalesso, pesquisas apontaram o empobrecimento da população, entre 2010 e 2019.

Durante esse período, a situação de vulnerabilidade social aumentou 65,08%, enquanto a população cresceu 16,20%. Em 2010, Londrina tinha 485.822 habitantes, contra 569.733 no ano passado.

Enquanto isso, conforme o Cadastro Único, a cidade tinha, em 2010, 31.182 famílias em situação de vulnerabilidade social e 52.055, em 2019. Todos os dados constam do Caderno de Indicadores da Prefeitura de Londrina.

“A diferença entre os dois indicadores aponta para um ciclo de empobrecimento da população de Londrina“, afirma a professora.

Para a professora Ana Patrícia Nalesso, o município já possuía políticas sociais estruturadas e efetivas, nos dois anos de referência.

Ela também chama a atenção para o crescimento recente de famílias inscritas no Cadastro Único em 2018 e 2019, de 45.746 para 52.055 famílias (12,11%).

“Esses números nos dizem que antes da pandemia um terço da população, aproximadamente, vivia abaixo da linha da pobreza. Quantos estão nessa situação hoje?”, questiona a professora.

Receba as melhores notícias de Londrina e região pelo Whatsapp. Faça parte do grupo!