Economia

EDP recebe aval para importar e exportar energia junto a Argentina e Uruguai

Reuters
Reuters
EDP recebe aval para importar e exportar energia junto a Argentina e Uruguai
Linhas de transmissão de energia

25 de junho de 2021 - 09:16 - Atualizado em 25 de junho de 2021 - 09:22

Por Gabriel Araujo

SÃO PAULO (Reuters) – A EDP Brasil recebeu autorização do governo federal para operações de importação e exportação de energia elétrica interruptível junto à Argentina e ao Uruguai, conforme portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, a importação e a exportação com a Argentina deverão ocorrer por meio das Estações Conversoras de Frequência de Garabi I e II, até 2.200 megawatts (MW) de potência, e da Conversora de Frequência de Uruguaiana, até 50 MW –localizadas, respectivamente, nos municípios gaúchos de Garruchos e Uruguaiana.

Já as operações com o Uruguai terão de ocorrer pela Estação Conversora de Frequência de Rivera (até 70 MW), localizada na fronteira entre o município uruguaio de Rivera e Santana do Livramento (RS), e pela Estação Conversora de Frequência de Melo (até 500 MW), na cidade uruguaia de Melo.

A autorização terá vigência até 31 de dezembro de 2022, de acordo com a portaria assinada pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

“A importação e a exportação de energia elétrica de que trata esta autorização não deverão afetar a segurança eletroenergética do Sistema Interligado Nacional (SIN)”, acrescentou a portaria.

Além disso, o documento também determina que a energia importada será destinada ao mercado de curto prazo do Brasil, enquanto a exportação de eletricidade “não poderá produzir majoração dos custos do setor elétrico brasileiro.”

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5O0M7-BASEIMAGE