Economia

Economia da zona do euro volta a crescer em março com impulso de indústria, mostra PMI

Reuters
Reuters
Economia da zona do euro volta a crescer em março com impulso de indústria, mostra PMI
Fábrica da Knaus-Tabbert AG na Alemanha

24 de março de 2021 - 07:36 - Atualizado em 24 de março de 2021 - 07:40

LONDRES (Reuters) – A atividade econômica da zona do euro registrou um inesperado retorno ao crescimento este mês uma vez que as fábricas aceleraram a produção para o ritmo mais forte em mais de 23 anos, compensando a contínua desaceleração no setor de serviços, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

Mas com a maior parte da Europa sofrendo uma terceira onda de infecções por coronavírus e novas medidas de lockdown, assim como lenta vacinação, a leitura final da pesquisa e os números de abril podem ser mais fracos.

O PMI Composto preliminar do IHS Markit, considerado bom guia para a saúde econômica, ficou acima da marca de 50 que separa crescimento de contração ao chegar a 52,5 em março de 48,8 em fevereiro, nível mais alto desde o final de 2018.

A projeção mais otimista em pesquisa da Reuters dizia que o PMI subiria a 51,0, com a mediana das estimativas ficando em 49,1.

“Entretanto, o cenário se deteriorou, em meio ao aumento das taxas de infecção por Covid-19 e novas medidas de lockdown”, disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

O PMI preliminar do setor de serviços subiu a 48,8 de 45,7 em fevereiro, ainda em território de contração mas na leitura mais alta desde agosto e bem acima da expectativa de 46,0.

Já o PMI de indústria foi a 62,4 de 57,9, resultado mais elevado desde que a pesquisa começou em junho de 1997 e bem acima de todas as projeções na pesquisa da Reuters, cuja mediana era de 57,7.

(Reportagem de Jonathan Cable)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2N0VS-BASEIMAGE