Economia

Dow supera 34 mil pontos e S&P 500 renova máxima com rali de tecnologia

Reuters
Reuters
Dow supera 34 mil pontos e S&P 500 renova máxima com rali de tecnologia
Bolsa de valores de NY

15 de abril de 2021 - 18:51 - Atualizado em 15 de abril de 2021 - 18:55

Por Shivani Kumaresan e Shreyashi Sanyal e David French

(Reuters) – O índice Dow Jones fechou pela primeira vez acima dos 34 mil pontos nesta quinta-feira, com o S&P 500 também cravando nova máxima de fechamento, em meio a um rali das ações de tecnologia desencadeado pela queda nos rendimentos de títulos e pelos fortes dados de vendas no varejo dos Estados Unidos em março.

Esta foi a segunda vez nesta semana em que o S&P 500 renovou uma máxima de fechamento, enquanto o Dow eclipsou um recorde de 9 de abril. O Nasdaq, por sua vez, terminou acima dos 14 mil pontos pela primeira vez desde 16 de fevereiro, ficando agora a menos de 1% de sua máxima recorde de fechamento, de 12 de fevereiro.

O setor de tecnologia do S&P também atingiu uma máxima recorde. O “benchmark” e o índice de serviços de comunicação foram impulsionados por grandes nomes da tecnologia, incluindo Apple, Microsoft e Facebook, que avançaram de 1,5% a 1,9%.

“Muito embora os ‘valuations’ estejam bem elevados, você vê bastante confiança de que as gigantes da tecnologia vão continuar conseguindo entregar fluxos de caixa suficientes para justificar esses ‘valuations'”, disse Tim Murray, estrategista de mercados de capitais da T. Rowe Price Associates.

Ajudando a atrair dinheiro para o setor está o fato de que os rendimentos dos Treasuries, após uma disparada no final de março, têm se mantido em retração, com investidores aceitando cada vez mais as garantias do Federal Reserve sobre a manutenção de uma política monetária acomodatícia, apesar da inflação mais alta.

O rendimento do Treasury de 10 anos caiu abaixo de 1,6% pela primeira vez desde 25 de março.

Após Goldman Sachs, JPMorgan Chase e Wells Fargo darem início à safra de balanços com fortes resultados na quarta-feira, Bank of America e Citigroup também ofereceram visões otimistas sobre uma recuperação econômica em seus resultados, divulgados nesta quinta. Mesmo assim, suas ações recuaram 2,9% e 0,5%, respectivamente.

“De forma não característica, as expectativas para os lucros melhoraram no trimestre, e o que tende a mover os mercados é quando os números são muito melhores do que o esperado”, afirmou Randy Frederick, vice-presidente de trading e derivativos da Charles Schwab.

O Dow Jones fechou em alta de 0,9%, a 34.035,99 pontos. O S&P 500 subiu 1,11%, a 4.170,42 pontos, e o Nasdaq avançou 1,31%, a 14.038,76 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3E1FC-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.