Economia

Dexco, ex-Duratex, reconhecerá R$659,3 mi de processo fiscal no 2º tri

Reuters
Reuters

26 de julho de 2021 - 20:15 - Atualizado em 26 de julho de 2021 - 20:15

SÃO PAULO (Reuters) – A Dexco, ex-Duratex, anunciou nesta segunda-feira que, após decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins, reconhecerá

um impacto positivo de 659,3 milhões de reais em seu balanço do segundo trimestre.

“Importante mencionar que ainda não houve trânsito em julgado das medidas judiciais da Duratex e que essas ações abrangem o período de 2001 a 2018, tendo sido reconhecido contabilmente o período da documentação eletrônica (2010 a 2018)”, afirmou a companhia em fato relevante.

(Por Aluísio Alves)