Economia

Desaceleração da inflação na zona do euro é confirmada; superávit comercial cai

Reuters
Reuters
Desaceleração da inflação na zona do euro é confirmada; superávit comercial cai
Shopping center em Rhein, Alemanha

16 de julho de 2021 - 09:09 - Atualizado em 16 de julho de 2021 - 09:10

BRUXELAS (Reuters) – A inflação na zona do euro desacelerou em junho após uma aceleração constante nos primeiros meses de 2021, confirmaram dados oficiais nesta sexta-feira, enquanto o superávit comercial do bloco recuou em maio devido à queda nas exportações.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou que os preços ao consumidor na zona do euro subiram 1,9% em junho ante o ano anterior, um pouco abaixo do aumento de 2,0% em maio, na primeira desaceleração desde setembro do ano passado.

Os dados finais confirmaram a estimativa inicial divulgada pela Eurostat em 30 de junho.

Uma medida do núcleo da inflação, que exclui os componentes mais voláteis de energia e alimentos, foi confirmada em 0,9% em junho. A medida mais restritiva, também excluindo os preços do álcool e do tabaco, também se confirmou em 0,9%, pouco abaixo de 1,0% em maio.

Em comunicado à parte, a agência informou que a balança comercial de bens da zona do euro com o resto do mundo registrou um superávit menor em maio do que em abril.

Em maio, o bloco exportou 188,2 bilhões de euros em bens e importou 180,7 bilhões de euros, com um superávit de 7,5 bilhões de euros.

Em abril, o superávit havia sido de 10,9 bilhões de euros, grande parte devido ao maior volume de exportações.

(Por Francesco Guarascio )

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6F0KB-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.