Economia

Demanda por voos da Gol sobe em novembro ante outubro, mas queda anual ainda é forte

Reuters
Reuters
Demanda por voos da Gol sobe em novembro ante outubro, mas queda anual ainda é forte
Aeronave da Gol durante decolagem do aeroporto de Congonhas, em São Paulo

3 de dezembro de 2020 - 19:53 - Atualizado em 3 de dezembro de 2020 - 19:55

SÃO PAULO (Reuters) – A Gol mostrou recuperação na demanda por voos no Brasil em novembro em relação a outuburo, mas ainda teve queda na base ano a ano, de acordo com dados divulgados pela companhia aérea nesta quinta-feira.

A demanda por assentos em voos domésticos da Gol cresceu 5% entre outubro e novembro, mas a queda total ainda registrou declínio de 43,8% frente a novembro de 2019.

A oferta total de voos da Gol em novembro foi 46,3% menor do que um ano antes. A taxa de ocupação das aeronaves novembro foi de 84,5%, aumento de 3,7 pontos percentuais em um ano.

A companhia disse que não realizou voos internacionais em novembro.

(Por Aluísio Alves)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGB21Y7-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.