Economia

CSN tem salto no lucro do 1º tri após IPO de divisão de mineração

Reuters
Reuters

28 de abril de 2021 - 21:22 - Atualizado em 28 de abril de 2021 - 21:22

SÃO PAULO (Reuters) – A CSN teve lucro líquido de cerca de 5,7 bilhões de reais no primeiro trimestre, revertendo desempenho negativo de 1,3 bilhão apurado um ano antes em meio à combinação de ganho de recursos com o IPO de sua unidade de mineração e melhor desempenho operacional que tem sido guiado por melhora na demanda de aço no Brasil.

A companhia, que obteve um ganho líquido no IPO da CSN Mineração de cerca de 2,5 bilhões de reais em meados de fevereiro, teve uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado recorde de 5,8 bilhões de reais. O montante equivale a um crescimento de mais de 4 vezes em relação ao desempenho do primeiro trimestre de 2020.

Com isso, a alavancagem da companhia, que já foi uma grande preocupação de investidores, terminou março em 1,29 vez, bem abaixo das 4,78 vezes de um ano antes e menor que as 2,23 vezes do final de 2020.

A CSN afirmou que no trimestre reduziu a dívida líquida em mais de 5 bilhões de reais por meio de operações que incluíram antecipação de 1,3 bilhão de reais em amortizações previstas para outubro e janeiro de 2022. A companhia também recomprou quase 400 milhões de reais em debêntures antecipando parte de vencimentos deste ano a 2023.

No primeiro trimestre, a CSN elevou as vendas de aço em 16%, para 1,32 milhão de toneladas e as vendas de minério de ferro avançaram 47%, para 8,23 milhões de toneladas. A receita líquida consolidada disparou a 11,9 bilhões de reais, mais que o dobro do faturamento de um ano antes.

O avanço nas vendas de aço veio junto com incremento nos preços da liga, cujo preço médio no trimestre no Brasil subiu 25,8% sobre o quarto trimestre, segundo o balanço. O custo de placa, porém, subiu menos no período, 17,7%, para 2.822 reais por tonelada.

Já na mineração, a receita líquida unitária subiu 26,5% sobre o final de 2020, para 121,8 dólares a tonelada.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.