Economia

Crescimento de serviços da China tem ritmo mais lento em 10 meses em fevereiro, mostra PMI do Caixin

Reuters
Reuters
Crescimento de serviços da China tem ritmo mais lento em 10 meses em fevereiro, mostra PMI do Caixin
Distrito Empresarial Central de Pequim

3 de março de 2021 - 07:43 - Atualizado em 3 de março de 2021 - 07:45

PEQUIM (Reuters) – A atividade do setor de serviços da China cresceu no ritmo mais lento em 10 meses em fevereiro uma vez que as empresas enfrentaram demanda fraca e custos altos, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit nesta quarta-feira.

O PMI de serviços do Caixin/Markit caiu a 51,5, menor nível desde abril, ante 52,0 em janeiro, mas permaneceu acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

O subíndice de emprego ficou em 47,9, caindo em contração após seis meses de crescimento, uma vez que as empresas dispensaram trabalhadores, segundo a pesquisa. As novas encomendas de exportação também encolheram após três meses de expansão.

A perda de força aconteceu no momento em que a China enfrentava ressurgimentos de casos de coronavírus, enquanto a demanda externa continuava a ser afetada pela pandemia. O resultado ficou em linha com a pesquisa oficial divulgada no domingo.

“O ímpeto da recuperação de serviços pós-pandemia enfraqueceu mais”, disse Wang Zhe, economista sênior do Caixin Insight Group.

Entretanto, os casos domésticos de Covid-19 foram contidos na China desde o início de fevereiro e analistas esperam uma forte recuperação no crescimento do ano.

Fevereiro também foi marcado pelo feriado do Ano Novo Lunar, quando muitos trabalhadores voltam para suas cidades natais, embora neste ano tenha havido menos viagens diante dos temores do coronavírus.

O PMI Composto do Caixin para a China caiu a 51,7 em fevereiro de 52,2 no mês anterior.

(Reportagem de Gabriel Crossley)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH220KX-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.