Economia

Crescimento da atividade industrial da China desacelera em outubro, mostra PMI oficial

Reuters
Reuters

31 de outubro de 2020 - 12:23 - Atualizado em 31 de outubro de 2020 - 12:23

Por Gabriel Crossley

PEQUIM (Reuters) – A atividade industrial da China expandiu a um ritmo ligeiramente mais lento em outubro mas ficou acima das expectativas de analistas, sugerindo recuperação contínua da economia do choque provocado pelo coronavírus.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) oficial de indústria da China caiu a 51,4 em outubro de 51,5 em setembro, de acordo com dados da Agência Nacional de Estatísticas divulgados neste sábado, permanecendo acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

Analistas esperavam queda para 51,3, mas disseram que uma recuperação mais ampla ainda parece estar nos trilhos.

Os dados, particularmente de novas encomendas de exportação, indicam que os números de comércio de outubro devem permanecer fortes, disse Zhou Maohua, analista do China Everbright Bank, em nota.

Entretanto, a disseminação da epidemia no exterior pode aumentar as incertezas para as exportações chinesas nos próximos meses, completou.

O vasto setor industrial da China está voltando a níveis vistos antes de a pandemia ter paralisado grandes partes da economia.

Já o PMI de serviços mostrou que a atividade do setor expandiu pelo oitavo mês seguido, atingindo o nível mais alto desde outubro de 2013, já que a retirada das restrições a reuniões e movimentação ajudavam a demanda do consumidor.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.