Economia

Confiança de serviços no Brasil tem leve recuperação em dezembro mas cautela persiste, diz FGV

Reuters
Reuters
Confiança de serviços no Brasil tem leve recuperação em dezembro mas cautela persiste, diz FGV
Consumidores caminham por rua comercial do Rio de Janeiro

29 de dezembro de 2020 - 08:38 - Atualizado em 29 de dezembro de 2020 - 08:40

SÃO PAULO (Reuters) – A confiança de serviços no Brasil apresentou leve recuperação em dezembro, depois de ter recuado por dois meses consecutivos, sinalizando melhora na percepção sobre o momento atual e os próximos meses, apesar da forte cautela ainda presente entre os consumidores.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) informou nesta terça-feira que seu Índice de Confiança de Serviços (ICS) subiu 0,8 ponto em dezembro, a 86,2 pontos, terminando o ano 10 pontos abaixo do nível registrado em 2019 (96,2 pontos).

O Índice de Situação Atual (ISA-S), que mede a avaliação dos empresários sobre o momento presente do setor de serviços, teve alta de 0,9 ponto, a 80,7, mantendo um movimento de recuperação gradual iniciado em maio. O Índice de Expectativas (IE-S), indicador das perspectivas para os próximos meses, ganhou 0,7 ponto, a 92,0 pontos, após duas quedas consecutivas.

Apesar do resultado favorável em dezembro, “é preciso ter cautela pois consumidores ainda estão bastante receosos diante do aumento do número de casos (de Covid-19) e da incerteza em relação à chegada da vacina no Brasil”, disse em nota Rodolpho Tobler, economista da FGV-Ibre.

“O cenário para os próximos meses é de continuidade da retomada, mas ainda existe um grande caminho até retornar ao nível pré-pandemia.”

(Por Luana Maria Benedito; Edição de Camila Moreira)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGBS0HP-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.