Economia

Chefe do BC local diz que China não deve monetizar déficit, informa mídia estatal

Reuters
Reuters
Chefe do BC local diz que China não deve monetizar déficit, informa mídia estatal
(Blank Headline Received)

30 de novembro de 2020 - 11:35 - Atualizado em 30 de novembro de 2020 - 11:40

PEQUIM (Reuters) – A China não pode monetizar seu déficit fiscal e deveria construir uma proteção entre os fundos fiscais e do banco central para evitar riscos, disse nesta segunda-feira o presidente do banco central do país, Yi Gang, ao jornal oficial Shanghai Securities News.

Uma queda induzida pelo coronavírus na economia chinesa no início deste ano gerou um debate entre economistas chineses sobre se o banco central deveria monetizar o déficit fiscal comprando títulos do governo, medida também conhecida como flexibilização quantitativa.

“Precisamos implementar um sistema independente de gestão do orçamento financeiro do banco central e evitar a monetização do déficit fiscal”, disse Yi, segundo o jornal local.

A China deveria construir uma proteção entre os fundos fiscais e do banco central para evitar que a autarquia assuma os riscos de crédito das empresas, disse Yi.

O Banco do Povo da China não pode comprar títulos do governo no mercado primário, mas pode fazê-lo no mercado secundário.

Yi, comentando sobre o 14º Plano Quinquenal da China, disse que o banco central vai enriquecer seu kit de ferramentas de política monetária e aprofundar reformas nos juros para ajudar a aperfeiçoar a transmissão das políticas, de forma a melhor apoiar a economia real.

(Por Kevin Yao)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGAT15R-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.