Economia

CEO da Eletrobras diz que decidiu sair depois de ver processo de privatização perder tração

Reuters
Reuters
CEO da Eletrobras diz que decidiu sair depois de ver processo de privatização perder tração
Wilson Ferreira Jr., CEO da Eletrobras

25 de janeiro de 2021 - 16:48 - Atualizado em 25 de janeiro de 2021 - 16:50

RIO DE JANEIRO (Reuters) – O presidente-executivo da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, decidiu renunciar depois de entender que o processo de privatização da estatal elétrica perdeu tração, afirmou o executivo, durante uma teleconferência com analistas de mercado.

Ferreira destacou que teve o empenho e compromisso do Ministério de Minas e Energia para realizar a venda de ações que resultaria em uma empresa privada. No entanto, ele disse que o processo foi adiado durante a pandemia e paralisado no Congresso.

“Nós não conseguimos ver a tração que esse processo… deveria ter. É uma percepção pessoal. E em cima dela foi que eu tomei essa decisão anunciada ontem”, disse Ferreira.

A renúncia do CEO foi comunicada ao mercado na noite de domingo e, nesta segunda-feira, a BR Distribuidora informou que o convidou para assumir a presidência da companhia, no lugar de Rafael Grisolia.

(Por Marta Nogueira e Sabrina Valle)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0O1DA-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.