Economia

Brasil tem que manter âncora fiscal para não virar “eterno mendigo” como Argentina, diz Mourão

Reuters
Reuters
Brasil tem que manter âncora fiscal para não virar “eterno mendigo” como Argentina, diz Mourão
Vice-presidente Hamilton Mourão

8 de abril de 2021 - 18:12 - Atualizado em 8 de abril de 2021 - 18:15

BRASÍLIA (Reuters) – O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta quinta-feira que o Brasil precisa se manter firme à âncora fiscal para não ficar “igual à Argentina, eterno mendigo”.

Mourão disse que conversou com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre o Orçamento de 2021, e que o Brasil precisa se manter firme dentro do teto de gastos públicos.

“A nossa posição é que nós temos que segurar isso aí. Se quer fazer obra de infraestrutura, alguém vai ter que ceder do outro lado”, afirmou Mourão em live promovida pelo XP e o InfoMoney.

O vice-presidente também ressaltou que o Brasil vive atualmente uma “situação inflacionária”, e que “tudo indica” que o país vai entrar em um período de aumento de juros para tentar conter a inflação.

(Reportagem de Ricardo Brito)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH371HC-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.