Economia

Bradesco tem lucro acima do esperado no 1º tri com queda das provisões

Reuters
Reuters
Bradesco tem lucro acima do esperado no 1º tri com queda das provisões
Agência do Bradesco no Rio de Janeiro (RJ)

4 de maio de 2021 - 19:47 - Atualizado em 4 de maio de 2021 - 19:50

Por Carolina Mandl

SÃO PAULO (Reuters) – O Bradesco, segundo maior banco privado do Brasil, divulgou nesta terça-feira alta de 73,6% no lucro líquido do primeiro trimestre, superando expectativas do mercado em um resultado apoiado por menores provisões e inadimplência.

O lucro recorrente subiu para 6,515 bilhões de reais, superando estimativa média de analistas de 6,019 bilhões, segundo dados da Refinitiv.

O lucro foi impulsionado pela queda de 41,8% nas provisões para perdas com crédito. O presidente-executivo, Octavio de Lazari, disse em fevereiro que 2021 seria um “ano de recuperação”, após o banco ter reservado no ano passado 9,1 bilhões de reais além do provisionamento normal para lidar com as perdas potenciais da pandemia.

O Bradesco também controlou fortemente os custos. As despesas operacionais caíram 4,7% em relação ao ano anterior, pois o banco fechou 1.088 agências e reduziu o número de funcionários em mais de 8.500 pessoas.

Seu retorno sobre o patrimônio líquido recorrente (ROE), um indicador de lucratividade, subiu para 18,7%, 7 pontos percentuais acima do ano anterior.

A carteira de crédito do Bradesco cresceu 2,6% em relação ao quarto trimestre, enquanto o índice de inadimplência em 90 dias subiu de 2,2% para 2,5%.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4319V-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.