Economia

Bolsonaro se cala quando indagado por apoiador se demitirá presidente do BB

Reuters
Reuters
Bolsonaro se cala quando indagado por apoiador se demitirá presidente do BB
Sede do Banco do Brasil em São Paulo

14 de janeiro de 2021 - 10:24 - Atualizado em 14 de janeiro de 2021 - 10:25

SÃO PAULO (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro se manteve em silêncio diante de uma pergunta de um apoiador sobre se demitiria o presidente do Banco do Brasil, André Brandão, ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta quinta-feira.

“Presidente, é verdade que o presidente do Banco do Brasil vai ser demitido?”, indagou um dos apoiadores que aguardava Bolsonaro na saída do palácio. O presidente ficou calado e não fez nenhum comentário.

Na véspera, a BandNews afirmou que Brandão havia sido demitido por decisão de Bolsonaro depois de anunciar o fechamento de agências do banco e um programa de demissão voluntária. Procurado, na quarta-feira após a notícia ser divulgada, o Palácio do Planalto não se manifestou.

Nesta manhã, o Banco do Brasil afirmou em fato relevante que não recebeu comunicação formal sobre a suposta demissão de Brandão.

(Por Eduardo Simões)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0D0XC-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.