Economia

Bolsonaro garante que Orçamento será recomposto em breve

Reuters
Reuters
Bolsonaro garante que Orçamento será recomposto em breve
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia em Brasília

26 de abril de 2021 - 12:22 - Atualizado em 26 de abril de 2021 - 12:25

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) – Depois de sancionar o Orçamento de 2021 com um corte de quase 30 bilhões de reais para adequar despesas obrigatórias subdimensionadas, o presidente Jair Bolsonaro prometeu nesta segunda-feira que os valores serão recompostos “em breve”.

Ao discursar na Bahia, na inauguração da duplicação de um trecho de 22 quilômetros da rodovia BR-101, o presidente afirmou que os cortes tiveram que ser feitos, mas o Orçamento será recomposto.

“Foi cortado sim, por uma questão técnica, mas com toda certeza, brevemente, pelas vias legais, faremos a recomposição do nosso Orçamento. Porque o Brasil não pode e não vai parar”, disse Bolsonaro.

O texto aprovado pelo Congresso, de acordo com técnicos de equipe econômica, subestimou os valores de despesas obrigatórias e a sobra foi realocada para emendas parlamentares, que chegaram a 30 bilhões de reais.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendia o veto total ao Orçamento, alegando que a sanção faria com que o presidente incorresse em crime de responsabilidade.

Depois de uma longa negociação, o presidente sancionou o texto na última quinta-feira com cortes de 19,8 bilhões de reais em parte das emendas parlamentares e em parte de programas federais. Outros 9,3 bilhões de reais foram bloqueados –ou seja, podem ser liberados no futuro se a arrecadação federal permitir.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3P0Z5-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.