Economia

Bolsonaro diz que medidas temporárias não se tornarão permanentes e promete manter teto

Reuters
Reuters
Bolsonaro diz que medidas temporárias não se tornarão permanentes e promete manter teto
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto

26 de janeiro de 2021 - 09:36 - Atualizado em 26 de janeiro de 2021 - 09:40

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira que o governo manterá o compromisso com o teto de gastos e não irá transformar em permanentes medidas temporárias criadas para combater a pandemia de Covid-19.

A fala aconteceu na abertura de um seminário para investidores organizado pelo banco Credit Suisse, em que Bolsonaro leu seu discurso.

Nas últimas semanas, parlamentares têm defendido o retorno de medidas como o auxílio emergencial, que terminou em dezembro, para enfrentar a segunda onda de Covid-19.

Na participação de pouco menos de 10 minutos, o presidente alterou também seu discurso sobre as vacinas contra Covid-19, garantindo que o Brasil terá vacinas para todos “para que a economia não deixe de funcionar”.

Em falas anteriores, Bolsonaro havia questionado a eficácia das vacinas, especialmente a da CoronaVac, e chegou a dizer, em alguns momentos, que seria melhor investir em tratamentos precoces, apesar da ineficácia comprovada cientificamente de qualquer dos remédios defendidos para o tratamento da Covid-19.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0P0U5-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.