Economia

BNDES fecha acordo com Economia para devolver R$116 bilhões ao Tesouro

Reuters
Reuters
BNDES fecha acordo com Economia para devolver R6 bilhões ao Tesouro
Entrada do prédio do BNDES no Rio de Janeiro

26 de março de 2021 - 21:14 - Atualizado em 26 de março de 2021 - 21:15

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fechou acordou com o Ministério da Economia para devolver 62 bilhões de reais ao Tesouro até o fim deste ano e mais 54,2 bilhões em 2022, informou nesta sexta-feira o banco de fomento, que pretende zerar o passivo até o ano que vem.

O plano de devolução foi encaminhado ao Tribunal de Contas da União (TCU) para avaliação.

No passado, durante os governos do PT, o Tesouro captava recursos no mercado e os repassava ao BNDES, que usava a verba para financiar tomadores de empréstimos. Os financiamentos eram feitos muitas vezes com juros mais baixos que os pagos na captação. O Tesouro estima que repassou cerca de 500 bilhões de reais ao BNDES no total.

“O plano de devolução acordado abrange um cronograma em regime de melhores esforços, cuja efetivação ficará sujeita a avaliação da governança do BNDES e seu planejamento financeiro, condicionada a análise de liquidez, fluxo de caixa, riscos e outros“, informou o banco.

Segundo o BNDES, o saldo atual remanescente com o Tesouro é de cerca de 116 bilhões de reais. Em março, o BNDES já tinha feito uma liquidação antecipada de 38 bilhões de reais.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2Q003-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.