Economia

BMW quer que 25% de suas vendas na China sejam de veículos elétricos até 2025

Reuters
Reuters
BMW quer que 25% de suas vendas na China sejam de veículos elétricos até 2025
Estande da BMW no salão do automóvel de Xangai, China

19 de abril de 2021 - 15:41 - Atualizado em 19 de abril de 2021 - 15:46

XANGAI (Reuters) – A BMW pretende que um quarto de suas vendas na China seja de veículos exclusivamente elétricos até 2025, disse o presidente-executivo, Jochen Goller, nesta segunda-feira. Ano passado, apenas cerca de 4% das vendas da BMW no país foram de veículos com essa motorização.

Goller deu essa declaração no salão do automóvel de Xangai. Ele também afirmou que a BMW terá 12 modelos elétricos à venda na China até 2023. A montadora alemã espera que metade de suas vendas globais sejam de modelos totalmente elétricos até 2030.

O executivo acrescentou que a BMW pretende expandir produção na China, mas ainda não tomou a decisão final.

A parceria com da BMW com a montadora chinesa Great Wall Motor, que está construindo uma fábrica na China, começará a fabricar dois modelos Mini elétricos para o mercado global a partir de 2023, disse Goller.

(Por Yilei Sun e Norihiko Shirouzu)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3I1C3-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.