Economia

BC responderá perguntas sobre ata do Copom em apresentação do RTI, dizem fontes citando diretores

Reuters
Reuters
BC responderá perguntas sobre ata do Copom em apresentação do RTI, dizem fontes citando diretores
Sede do Banco Central em Brasília

24 de fevereiro de 2021 - 13:09 - Atualizado em 24 de fevereiro de 2021 - 13:10

SÃO PAULO (Reuters) – Os participantes da pesquisa Focus passarão a poder enviar perguntas para esclarecer dúvidas sobre as atas das reuniões de política monetária do Copom que, após triagem, serão respondidas na apresentação do Relatório Trimestral de Inflação (RTI), disseram diretores do Banco Central nesta quarta-feira, segundo duas fontes que participaram de encontro virtual deles com integrantes do mercado financeiro.

De acordo com os relatos, a ideia do BC é melhorar a comunicação com o mercado, criando uma espécie de sessão de perguntas e respostas.

Na agenda de autoridades do BC, consta que João Manoel Pinho de Mello (diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução), Bruno Serra Fernandes (diretor de Política Monetária) e Fábio Kanczuk (diretor de Política Econômica) participariam nesta quarta-feira de reunião com um grupo de 35 profissionais do mercado entre 10h30 e 11h45.

Entre 14h e 15h15 está prevista outra reunião virtual dos diretores, desta vez com outro grupo de 34 profissionais.

A apresentação do RTI é transmitida pela internet e durante o evento o presidente do BC, Roberto Campos Neto, e Kanczuk respondem a perguntas da imprensa.

Atualmente participam da pesquisa Focus cerca de 140 instituições, entre bancos, consultorias, gestores de recursos e empresas não-financeiras.

Procurada, a assessoria do BC disse que averiguaria a informação.

(Por José de Castro)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1N14W-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.