Economia

Governo define regras de quem pode receber R$ 300 de auxílio

A prorrogação do benefício garante mais quatro parcelas de R$ 300 cada, mas não pode receber quem ganhou outra renda ou entrou em emprego formal

Guilherme
Guilherme Barchik Com informações do R7
Governo define regras de quem pode receber R$ 300 de auxílio
(Foto: Agência Brasil)

3 de setembro de 2020 - 08:37 - Atualizado em 3 de setembro de 2020 - 08:39

O Diário Oficial da União desta quinta-feira (3) traz a extensão do auxílio emergencial pago a informais, pequenos empresários e desempregados afetados pela pandemia do novo coronavírus.

Segundo o texto, presos em regime fechado e moradores do exterior estão entre as pessoas que não podem receber o benefício.

Coronavoucher será pago até o final do ano

A prorrogação do benefício, anunciada terça-feira (1º) pelo presidente Jair Bolsonaro, garante mais quatro parcelas do auxílio, de R$ 300 cada, de setembro a dezembro.

O texto deixa claro que deixam de ter direito ao pagamento pessoas que foram contratadas em emprego formal ou tenha recebido algum benefício previdenciário ou assistencial, ou seguro-desemprego após o início do recebimento do auxílio.

Se a pessoa não sacar o valor, os recursos voltam para o Tesouro Nacional.