Economia

Atividade industrial dos EUA acelera em março e pressões de custos sobem, mostra IHS Markit

Reuters
Reuters
Atividade industrial dos EUA acelera em março e pressões de custos sobem, mostra IHS Markit
Fábrica da Green Circuits em San Jose, Califórnia (EUA)

24 de março de 2021 - 15:17 - Atualizado em 24 de março de 2021 - 15:20

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) – A atividade industrial dos Estados Unidos acelerou no início de março em meio a um forte salto nos novos pedidos, mas interrupções na cadeia de oferta por causa da pandemia de Covid-19 continuaram a exercer pressões de custo para os fabricantes, o que pode manter os temores sobre a inflação em foco.

A empresa de dados IHS Markit disse nesta quarta-feira que seu Índice de Gerentes de Compras (PMI) preliminar da indústria dos EUA subiu para 59 na primeira metade deste mês, ante leitura final de 58,6 em fevereiro, quando a atividade deu um passo para trás depois que uma onda de frio atingiu grandes partes do país.

Economistas consultados pela Reuters previam que o índice subiria para 59,3 no início de março. Uma leitura acima de 50 indica crescimento da manufatura, que responde por 11,9% da economia dos EUA.

A medida dos preços pagos pelos produtores da pesquisa da IHS Markit atingiu uma máxima em dez anos, em meio ao que a empresa de dados disse ser “a mais severa interrupção da cadeia de oferta já registrada”.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2N1RW-BASEIMAGE