Economia

Atividade empresarial da zona do euro salta em junho com relaxamento de restrições, aponta PMI

Reuters
Reuters
Atividade empresarial da zona do euro salta em junho com relaxamento de restrições, aponta PMI
Cafés e restaurantes frances reabrem em Paris

5 de julho de 2021 - 07:48 - Atualizado em 5 de julho de 2021 - 07:50

LONDRES (Reuters) – A atividade das empresas da zona do euro expandiu no ritmo mais forte em 15 anos em junho uma vez que o afrouxamento de mais restrições pelo coronavírus levou vida de volta ao setor de serviços do bloco, mostrou nesta segunda-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

Mas esse crescimento teve um custo, já que as pressões inflacionárias aumentaram devido à escassez de mão de obra e problemas nas cadeias de oferta provocados pela pandemia.

O PMI Composto final do IHS Markit saltou a 59,6 no mês passado de 57,1 em maio, chegando ao patamar mais elevado desde junho de 2006.

O resultado ficou acima da preliminar de 59,2 e superou em muito a marca de 50 que separa crescimento de contração.

“A recuperação econômica da Europa acelerou em junho, mas as pressões inflacionárias também aumentaram”, disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

A aceleração do programa de vacinação no continente significa que os governos permitiram a reabertura de mais empresas de serviços, e o PMI do setor saltou a 58,3 de 55,2 em maio e preliminar de 58,0, maior leitura desde julho de 2007.

(Reportagem de Jonathan Cable)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5047 2984)) REUTERS CMO

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH640B8-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.