Economia

Apec concorda em acelerar trânsito de vacinas contra Covid-19 e produtos relacionados

Reuters
Reuters

5 de junho de 2021 - 13:53 - Atualizado em 5 de junho de 2021 - 13:53

Por Sonali Paul

MELBOURNE (Reuters) – Ministros da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec) concordaram neste sábado em acelerar o trânsito de vacinas contra Covid-19 e produtos relacionados em seus portos, mas não chegaram a acertar a remoção de tarifas sobre eles.

Antes do começo da reunião, a anfitriã Nova Zelândia queria que os 21 membros da Apec concordassem com “diretrizes de melhores práticas” sobre a movimentação de vacinas e produtos médicos relacionados entre as fronteiras, disse uma pessoa com conhecimento das conversas à Reuters.

A Nova Zelândia acredita que um acordo é necessário para mostrar que a Apec é responsiva e relevante à crise pela qual o mundo passa.

Em um comunicado após a reunião, ministros da Apec disseram que “acelerariam o fluxo e trânsito de todas as vacinas de Covid-19 e produtos relacionados, por ar, mar e terra”.

“Vamos considerar ações voluntárias para reduzir o custo desses produtos para nosso povo, especialmente encorajando cada economia a revisar suas próprias cobranças na fronteira sobre vacinas da Covid-19 e produtos relacionados”, disse o comunicado.

Reuniões da Apec sofreram para chegar a consensos nos últimos anos devido à guerra comercial entre o então presidente dos EUA, Donald Trump, com a China. O novo governo Biden prometeu uma abordagem mais multilateral.

“A distribuição bem sucedida de vacinas pela nossa região será crítica para nossa recuperação”, afirmou o ministro do Comércio da Nova Zelândia, Damien O’Connor, a repórteres, antes da reunião.

(Por Sonali Paul)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.