Antonio Carlos

Planejamento Financeiro Pessoal

5 dicas para iniciar e estabelecer seu planejamento financeiro pessoal e mudar sua vida financeira, agora e amanha.

Antonio Carlos
Antonio Carlos Gomes Junior
Planejamento Financeiro Pessoal

26 de março de 2021 - 18:33 - Atualizado em 26 de março de 2021 - 18:33

Sempre quando pensamos em nosso dia a dia, na nossa vida, em nossos sonhos e desejos, fazemos planos. Planos para viajar, para comprar um carro. Planos para casar, ter filhos, comprar a tão sonhada casa própria. Mas será que realmente são planos ou são meramente sonhos e desejos que mentalizamos e se tudo der certo alcançaremos?

Podemos dizer que nós Brasileiros de uma maneira geral não somos a sociedade com a melhor estrutura de planejamento. Nós temos uma habilidade de lidar com imprevistos com emergências que é um grande diferencial nosso, internacionalmente reconhecido. Vários profissionais brasileiros são escolhidos e conseguem carreiras internacionais por essa habilidade. Acredito que fomos desenvolvendo isso pela nossa história de crises econômicas, moeda atual relativamente jovem, sociedade democrática estabelecida há pouco tempo, enfim contexto social novo e em forte formação e transformação. Trata-se de uma grande qualidade, mas essa confiança leva a falta de desenvolvimento da habilidade de planejar. De ao invés de lidar muito bem com imprevistos, tentar com planejamento e prevenção, evitá-los.

Basta ver a questão da pandemia do Covid19 agora em 2021. Tivemos praticamente um ano para nos preparar, ajustar, planejar estoque de produtos, quantidades de leitos de UTIs, enfim inúmeras coisas. Mas pelo que vemos e sentimos nada foi feito, ou pouca coisa. Fomos ágeis na emergência em 2020, depois de relativamente acabada, baixamos a guarda e não nos preparamos para uma eventual retomada dos casos. E agora em 2021 estamos novamente vendo as correrias, os ajustes, o jeitinho Brasileiro se saindo. Mas até quando isso dará certo é a pergunta valiosa.

Diante disso quero aqui falar sobre sua vida pessoal, financeira. Como você está lidando com seus objetivos? Como você está estruturando suas questões e seu dia a dia a fim de que no futuro imprevistos e emergências, geralmente inevitáveis, impactem menos em todas as questões da sua vida, sejam emocionais, financeiras e até sociais e profissionais.

Na vida pessoal amadurecer e aprender a lidar com as emoções é fundamental. Na vida profissional buscar o constante aperfeiçoamento e crescimento ajuda a minimizar impactos. Mas e na vida financeira? O que pode e deve ser feito. Abaixo passarei 5 dicas para você começar a se organizar e planejar sua vida financeira:

  1. DEFINA OBJETIVOS: quem não sabe onde quer chegar, qualquer lugar serve. Defina que vida você quer ter, qual tipo de carro, de viagem, onde quer morar, como e onde quer comer fora de casa, perfil social das coisas que você deseja consumir. Definir valores, quando e como. No detalhe. Dará trabalho na primeira vez que fizer isso, mas quando for reavaliar, a cada ano por exemplo, será cada vez mais fácil;
  2. CONHEÇA SEU CENÁRIO ATUAL: saiba exatamente quanto ganha. Parece estranho, mas muitos não tem noção da sua renda anual. Conheça no detalhe. E ainda, relacione todos os seus gastos, todas as contas pagas ao longo do ano. Essa ação definirá seu fluxo de caixa anual;
  3. ESTABELEÇA PRIORIDADES: conhecendo seus objetivos, suas receitas e suas despesas você precisará definir as prioridades e como tornará isso tudo viável. Sem depender de outras pessoas e principalmente de empréstimos, no máximo financiamento imobiliário. Pode ser que alguns objetivos sejam deixados de lado, outros sejam postergados e que algumas necessidades básicas impactem consideravelmente nisso tudo, como custos de moradia, alimentação, etc.
  4. PAGUE-SE PRIMEIRO: o que você definir como valor a ser reservado, separado para uso no futuro, das férias, do IPTU ou da aposentadoria, faça isso no dia 1. Assim que receber o valor da sua renda, seja salário ou lucro do seu negócio, já direcione para a respectiva finalidade.  E mantenha o foco. O maior risco em seus investimentos é com certeza você mesmo. O fator que mais torna um planejamento apenas uma idéia ou pedaço de papel, é a falta de compromisso, de foco e responsabilidade.
  5. NÃO PROCRASTINE: essa difícil palavra é a mais usada, mesmo sem conhecê-la. Como achamos que somos habilidosos em achar alternativas, em resolver problemas, acabamos deixando os planos e sua execução para depois. A juventude e o início da vida adulta nos dão a sensação quase de imortais e de que nunca pararemos. Mas a maturidade vem e a percepção de que nossas capacidades físicas, emocionais e até profissionais mudam acabam que nos mostrando que muito tempo foi desperdiçado. Mas lembre que nunca é tarde, mas pode ficar mais difícil.

Enfim estabelecer um projeto de Planejamento Financeiro é algo que deveria ser feito no início da vida adulta de qualquer pessoa. A habilidade de torná-lo cada vez mais prático e factível vem com o exercício. E não se preocupe em ter todas as melhores ferramentas, apenas de o primeiro passo, mesmo estando descalço há como ir para frente.

Devemos viver hoje como se fosse nosso último dia, estando com quem amamos, aproveitando as coisas e prazeres da vida; mas também como se fosse o primeiro, preparando o amanhã de forma a ser um pouco mais fácil. A sabedoria está em dosar o equilíbrio disso tudo.Isso é a vida!

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.