Antonio Carlos
Investimentos e Algo Mais

Por Antonio Carlos

Economia
Antonio Carlos

Pirâmide Financeira

Na ânsia de conseguir dinheiro rápido e fácil, grandes prejuizos, enganações e decepções poderão ser o destino do seu caminho.

Pirâmide Financeira

17 de outubro de 2020 - 11:46 - Atualizado em 17 de outubro de 2020 - 11:46

Riqueza, prazeres, resultado, conquistas, diferenciação, prestígio. Essas e tantas outras questões, com certeza até mais nobres, movem as pessoas em direção ao dinheiro. Mais do que movê-las faz com que suas vidas estejam pautadas em grande parte na conquista desse objetivo.

De tempos em tempos surgem grandes e “únicas” oportunidades. Situações que, se não se aproveita perde-se a chance. Muitos falam do cavalo encilhado que passa uma ou raras vezes na vida de alguém. E essas oportunidades vem sempre da mesma forma.

Acredita-se que a sorte crie dinheiro. Acredita-se que a loteria faça milionários, talvez sim, mas muitos, muitos mesmo, precisam pagar seus poucos reais na expectativa de conseguirem o bilhete que será premiado. E nesse cenário de ilusão financeira aparecem as famosas pirâmides. Ótimas oportunidades de rapidamente e com pouco esforço ganhar uma quantia enorme.

Mas como elas funcionam? Por exemplo eu quero receber 10.000 dólares. Geralmente usam essa moeda como referência, para dar ainda mais desejo e poder. Então eu converso com 20 amigos e falo para darem para mim 500 dólares cada e pronto. Depois disso, basta cada um deles fazer a mesma coisa e assim até que acabem todos os seres humanos da Terra e o ciclo recomece. Mas há como incrementar isso, colocando mais etapas de pessoas abaixo, comprometendo-se em ajudar na vez de todos e em troca ficando com um pequeno pedaço, aqui já começa a renda recorrente. Isso mesmo, além de gerar um ativo inicial ela pode gerar para você uma recorrência de renda. Melhor que aluguel melhor que dividendos. Depois disso, podemos ainda criar alguns itens que gerarão mais engajamento, maior facilidade de demonstração e quem saiba, maior credibilidade, afinal, estamos vendendo algo, criando uma cadeia de distribuição. Movimentando indústria, comércio e serviços. Uma cadeia econômica completa. Feito isso, deixe que as pessoas percebam seu sucesso. Seu entusiasmo. Seu resultado. Convide seus amigos, afinal, quem colocaria um amigo, um irmão, sua tia que tem uma única reserva para sua vida, seu primo desempregado que tem o saldo final do seu acerto, em uma fria, em uma cilada?

E esse ciclo vai se repetindo. Algumas vezes. Todos felizes. Colocando mais e mais dinheiro. Vendem carros, casas para investir nesse negócio. Fazem empréstimos, afinal, será muito fácil pagar. Trazem mais e mais parentes. Dão rizada dos que tem medo ou não tem coragem de empreender. Fazem viagens, mudam de casa, compram coisas parceladas e caras. Vida de cinema. Quanta alegria e realização. Sentem-se os mais competentes e espertos do mundo. Dominam a área.

Até que, alguém não consegue colocar o próximo tijolo nessa casa. Um trabalhador fraco, desmotivado e incompetente, falha na sua única atribuição: colocar 50 pessoas, ou mais ou menos, na sua estrutura, no seu empreendimento. E esse dinheiro era sua segurança. Precisa colocar comida em casa. Pagar a luz. Quitar o cheque especial. Não deu certo. Ele liga para o primo / tio / amigo / cunhado e pede ajuda. Só que esse também está com problemas. Outros já vem ligando há alguns dias. E outros mais. Desespero. Medo. Arrependimento. Discussões começam. Brigas em família. Dormir a noite? Não mais. Mensagens no celular? Milhares por minuto.

Nesse ponto começam as promessas desesperadas e as ameaças.  Alguém resolve pesquisar mais a fundo as pessoas envolvidas. Entender o que é esse negócio. E vê que desde o começo era um barco furado. Já estava afundando, apenas não havia percebido. Então resolvem procurar a polícia, a imprensa. E com cara de coitados, tristes, desesperados, contam o que está acontecendo. Dizem-se vítimas, que foram enganados. São os mais ingênuos seres da Terra. Choram nas entrevistas, contam o que era aquele montante nas suas vidas. E como a vida será difícil daquele momento em diante. A polícia faz o seu serviço, vai atrás de culpados. Mas, o tempo esquecerá e em um futuro próximo em outro lugar tudo começará de forma contagiante novamente.

Espero que tenham entendido meu ponto de vista. Não tenho pena de quem entra nessas pirâmides. Raros os casos que as pessoas não se dão conta do que se trata, nem que seja aquela voz interior que o alerta. O que ocorre é a ganância de ganhar dinheiro rápido e fácil. De ser esperto e ligeiro, da forma errada. Então, desejo que você nunca entre ou caia nesse esquema. Mas se cair, espero que você seja o prejudicado antes de prejudicar outras pessoas.

É a vida!