Antonio Carlos
Investimentos e Algo Mais

Por Antonio Carlos

Economia
Antonio Carlos

5 Etapas para começar a investir

5 etapas para você começar a investir hoje!

5 Etapas para começar a investir
foto: annie-spratt-unsplash

24 de agosto de 2020 - 18:53 - Atualizado em 26 de agosto de 2020 - 12:05

Sempre quando penso na minha vida fico lembrando dos momentos que perdi a oportunidade de guardar dinheiro, de fazer investimentos com o objetivo de formar patrimônio. São inúmeros, infelizmente. Mas também lembro de escolhas que fiz quase que no automático e que deram ótimos resultados. Como exemplo destaco um investimento que fiz nas ações de uma companhia em 2002, por uma questão operacional e desorganização minha esqueci de acompanhar e controlar esse investimento, na época os acessos on line não eram tão eficientes. Enfim, há cerca de um mês resgatei esse investimento e ele rendeu mais de 15%aa em média. Ou seja, mais do que o valor investido, o Longo Prazo foi determinante para esse ótimo resultado de mais de 1.500% de crescimento.

Começar a investir é muito mais do que um valor. Muito mais do que uma escolha de produto. Está ligado diretamente a uma postura de valorizar o tempo que você levou e precisou para ter aquele capital e quanto você quer ganhar de tempo no futuro. Isso mesmo. Se você quer ter mais tempo tem que comprá-lo de você mesmo! Como? Investindo sempre, com frequência e com sabedoria.

As pessoas equivocadamente pensam em ganhar mais para investir. Satisfazer alguns luxos e desejos para depois investir. Comprar coisas, ter um hábito de consumo maior para depois pensar em guardar dinheiro. Isso geralmente leva a fracassos de poupança. Não que não devemos viver boas experiências, já falei sobre isso em outra oportunidade. Mas é preciso saber usar uma das grandes conquitas de adultos maduros: a liberdade de escolha. E escolher significa abrir mão de algo, ou melhor, significa priorizar.

Como somos seres que se relacionam com pessoas, com projetos, com várias coisas, é fundamental que a priorização seja estabelecida de forma Clara, Tangível, Mensurável e Factível. Basicamente falamos da metodologia SMART de definição de metas. Recomendo a leitura de materiais sobre esse tema.

Definir metas é assumir compromissos. É estabelecer propósitos e principalmente concentrar seu foco em algo. Todos querem o melhor, mas se você não estabelece o que é o melhor, qualquer coisa diferente será, ou até mesmo algo igual.

Então defina agora suas metas financeiras!

Abaixo 5 etapas listadas para estabelecer isso:

  1. Não usar mais o Cheque Especial: se você quer sair dessa linha de crédito elevadíssima, deve primeiramente ter como meta organizar suas Despesas, afim de que caibam em suas Receitas. Ou seja, ajustar seu padrão de vida e consumo. Pode ser que tenha que se desfazer de algo para viabilizar isso. Faça isso hoje, agora!
  2. Viver com as próprias rendas: muitos ainda estão dependentes dos pais, ou de outras ajudas. E muitos se incomodam com isso. Então, como no exemplo anterior, viva e consuma de acordo com o que ganha. Quer consumir mais? Ganhe mais!
  3. Estar preparado para emergências e imprevistos: se você fez a lição de casa, conhece suas despesas, identifique aquelas que são essenciais e sem possibilidade de rápido cancelamento, por exemplo financiamento de casa e gastos com alimentação, saiba quanto precisa por mês para esses compromissos e acumule cerca de 3 a 6 vezes esse montante em aplicações de baixo risco e alta liquidez, por exemplo Tesouro Selic ou ativos com essa linha de estrutura;
  4. Viajar, Carro Novo, Casa nova, etc: há vários objetivos que queremos para nossa vida. Quando falamos em horizontes de 1 a 5 anos poderemos incluir inúmeros deles. Por isso defina o que, para quando e quanto custará isso. Com essas três informações, volte ao seu orçamento mensal e inclua esse custo ajustando assim, novamente, seu padrão de consumo. Provavelmente seu critério de prioridades irá ajustar o quando e quanto;
  5. Liberdade Financeira e Aposentadoria: todos sem exceção querem isso. Alguns sonham com a aposentadoria do INSS e outros com o ano sabático eterno. Mas poucos pagam o preço de abrir mão de um consumo agora para consumir para sempre amanhã. Isso mesmo, preparar a aposentadoria é um dos maiores desafios. Pois deixá-la de lado hoje não mudará nada na sua vida, apenas uma leve preocupação dependendo da sua idade. Mas o futuro chegará, e mais rápido do que imagina. Então comece definindo qual seria o valor hoje, ou seja, para manter sua qualidade de vida atual, com isso ajuste os cálculos e trace o plano de longo prazo. Defina qual presente o seu EU DE HOJE  entregará para VOCE DE AMANHÃ!

Com isso mais do que pensar como começar, comece. Se vai entrar no jogo com o uniforme furado e descalço isso é só um detalhe, mas a experiência de entrar no jogo e estabelecer seu ritmo com certeza em pouco tempo você estará voando em campo e logo com os melhores materiais.

Procure orientação isenta e alinhada as suas expectativas.

Sucesso a todos e assumam o controle financeiro das suas vidas!