Economia

Alemanha planeja auxílio de 22 bi de euros para empresas no 1º semestre de 2021

Reuters
Reuters

14 de novembro de 2020 - 13:38 - Atualizado em 14 de novembro de 2020 - 13:38

Por Holger Hansen

BERLIM (Reuters) – A Alemanha deve bancar um pacote de auxílio de 22 bilhões de euros entre janeiro e junho de 2021 para empresas e trabalhadores autônomos, segundo pessoas próximas ao assunto, conforme os impactos da pandemia de Covid-19 se estendem ao próximo ano.

Em paralelo, o pacote de auxílio de novembro da Alemanha para compensar empresas afetadas pelas medidas de lockdown chegará a 14 bilhões de euros este mês, disseram as fontes. Inicialmente, o governo esperava desembolsar 10 bilhões de euros.

Os assessores econômicos do governo alemão esperam que a economia encolha menos do que temiam inicialmente este ano, graças a um forte verão, mas uma segunda onda da pandemia de Covid-19 está obscurecendo as perspectivas de crescimento para 2021.

Como parte das novas medidas de auxílio, as empresas podem receber até 200.000 euros por mês para cobrir custos fixos, como aluguel, e empreendedores individuais podem recorrer a até 5.000 euros.

A Alemanha tem poder de fogo fiscal suficiente para adotar mais medidas de resgate e estímulo, se for necessário combater o impacto da pandemia na maior economia da Europa, afirmou o ministro das Finanças, Olaf Scholz, na quinta-feira.

A Alemanha planeja emprestar mais de 300 bilhões de euros no total este ano e no próximo, mas precisa considerar cuidadosamente qual medida de auxílio faz sentido, disse Scholz.

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702)) REUTERS AC

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.