Economia

Alemanha eleva planos para dívida de 2021 acima de 180 bi de euros, dizem fontes

Reuters
Reuters
Alemanha eleva planos para dívida de 2021 acima de 180 bi de euros, dizem fontes
A German flag is reflected in the window of the Paul Loebe building in Berlin

26 de novembro de 2020 - 09:45 - Atualizado em 26 de novembro de 2020 - 09:50

Por Michael Nienaber

BERLIM (Reuters) – A Alemanha deve quase dobrar seus planos para dívida em 2021 para mais de 180 bilhões de euros à medida que Berlim amplia medidas de ajuda para amortecer o impacto da pandemia de Covid-19 na maior economia da Europa, disseram duas fontes à Reuters nesta quinta-feira.

A chanceler Angela Merkel e os primeiros-ministros de Estados concordaram na quarta-feira em prorrogar e apertar um lockdown parcial que fará com que bares, restaurantes, academias e locais de entretenimento permaneçam fechados até pelo menos 20 de dezembro.

O apoio financeiro para empresas que foram forçadas a fechar a partir 2 de novembro também será prorrogados, então Berlim precisa de mais dinheiro, que planeja tomar emprestado no mercado.

O número da dívida para 2021 ainda está sujeito a negociações entre os parlamentares e será finalizado durante uma maratona de negociações que provavelmente durará até a manhã de sexta-feira, acrescentaram as fontes.

O plano de tomar emprestado mais de 180 bilhões de euros do mercado no próximo ano é 84 bilhões de euros superior aos 96 bilhões de euros inicialmente previstos pelo ministro das Finanças, Olaf Scholz, em setembro.

Um porta-voz do ministério das Finanças não quis comentar.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGAP0PG-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.