Economia

Agora é a hora de aumentar os juros, diz presidente do BC da Rússia

Reuters
Reuters
Agora é a hora de aumentar os juros, diz presidente do BC da Rússia
Presidente do BC da Rússia, Elvira Nabiullina

15 de junho de 2021 - 09:40 - Atualizado em 15 de junho de 2021 - 09:45

MOSCOU (Reuters) – O banco central da Rússia continuará aumentando os juros em resposta ao aumento da inflação e não espera que isso atrapalhe o crescimento econômico, disse sua presidente, Elvira Nabiullina, nesta terça-feira, dias depois de o banco elevar sua taxa básica de juros para 5,5%.

Depois de reduzir a taxa de juros a uma mínima recorde de 4,25% no ano passado durante a pandemia de Covid-19, em 2021 o banco central a aumentou três vezes para desacelerar a inflação, que disparou acima de sua meta de 4% em novembro e acelerou para 6,15% em 7 de junho.

“Mantivemos o juro baixo por um longo tempo para garantir que não cortaríamos as asas de uma economia em recuperação, mas agora não temos dúvidas de que nossas decisões não impedem o crescimento”, disse Nabiullina no Parlamento

Nabiullina acrescentou que a principal ferramenta do banco central, a política monetária, esfria e aquece a economia da mesma forma que as roupas regulam a temperatura corporal.

“É exatamente o mesmo com a política monetária – ela responde à situação da economia, ao que está acontecendo, e ajuda a alcançar a estabilidade. Como as roupas certas, ela nos impede de congelar e superaquecer.”

“Portanto, agora é a hora de aumentar os juros em resposta às novas circunstâncias e ao aumento da inflação.”

(Por Elena Fabrichnaya)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5E0MW-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.