Economia

Ações europeias têm pior liquidação do ano com tombo de viagens e tecnologia

Reuters
Reuters
Ações europeias têm pior liquidação do ano com tombo de viagens e tecnologia
Bolsa de Frankfurt

11 de maio de 2021 - 13:55 - Atualizado em 11 de maio de 2021 - 13:55

Por Shreyashi Sanyal e Sruthi Shankar

(Reuters) – As bolsas europeias caíram de máximas históricas nesta terça-feira, com as ações de viagens, varejo e tecnologia ficando entre as maiores perdedoras depois que preocupações com o aumento da inflação nos Estados Unidos azedaram o apetite por risco global.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 1,98%, a 1.680 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 1,97%, a 437 pontos, sua maior queda percentual desde o final de dezembro.

Os principais índices de Wall Street recuavam pelo segundo dia consecutivo, com o S&P 500 atingindo mínima em um mês em meio a temores de que o aumento da inflação poderia levar o Federal Reserve a apertar a política monetária mais rápido do que o esperado. [.NPT]

As ações de tecnologia recuaram 2% para seu nível mais baixo em seis semanas, enquanto as mineradoras devolveram parte dos ganhos registrados na sessão anterior.

As ações de viagens e lazer despencaram 5,7%.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 2,47%, a 6.947,99 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,82%, a 15.119,75 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,86%, a 6.267,39 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,64%, a 24.396,01 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,72%, a 8.987,20 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,82%, a 5.083,02 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4A14K-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.