Economia

Ações da China fecham em alta com alívio de temores de inflação

Reuters
Reuters
Ações da China fecham em alta com alívio de temores de inflação
Telão em Xangai mostra flutuação dos mercados acionários

10 de junho de 2021 - 07:41 - Atualizado em 10 de junho de 2021 - 07:45

XANGAI (Reuters) – O mercado acionário da China fechou em alta nesta quinta-feira, com os reguladores minimizando preocupações com a inflação e com discussões com os Estados Unidos ajudando a sustentar o sentimento.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,67%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,54%.

O presidente do banco central da China disse que a inflação está “basicamente sob controle” e que a política monetária será mantida estável, em comentários um dia depois de preocupações com as pressões inflacionárias terem sido alimentadas por dados mostrando a maior alta nos preços ao produtos em 12 anos.

As negociações entre China e EUA também ajudaram a melhorar o sentimento. Autoridades comerciais de ambos os países conversaram por telefone e concordaram em promover um comércio saudável e cooperar em relação às diferenças, disse o Ministério do Comércio chinês nesta quinta-feira.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,34%, a 28.958 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,01%, a 28.738 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,54%, a 3.610 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,67%, a 5.271 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,26%, a 3.224 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,14%, a 17.159 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,29%, a 3.162 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,44%, a 7.302 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH590GY-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.