Economia

10 dicas para não cair em frias nas promoções do Black Friday 2015

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

28 de outubro de 2015 - 00:00 - Atualizado em 28 de outubro de 2015 - 00:00

Diversos sites da internet oferecem descontos a partir do dia 27 de novembro

A Black Friday 2015 deve movimentar o comércio eletrônico no Brasil no próximo mês. A partir da meia noite do dia 27 de novembro centenas de sites do país devem oferecem descontos em promoções imperdíveis. Esse é o momento aguardado por milhares de consumidores ansiosos para trocar os seus smartphones, notebooks, tablets, TVs, dentre outros eletroeletrônicos que precisam daquele upgrade.

Leia mais: Confira 4 dicas para aproveitar as promoções da Black Friday 2015

De acordo com o site Black Friday Brasil, em 2014 foram movimentados mais de R$ 871 milhões em compras durante a promoção, um aumento de 43% em relação ao período anterior. Para 2015, 96% dos consumidores afirmaram que pretendem adquirir algum produto durante o período de desconto.

Mas cuidado! Essa também é a hora em que diversos oportunistas se aproveitam para desencalhar o estoque ou vender os seus produtos por “metade do dobro”, quando o preço de diversos itens aumenta dias antes da grande promoção.

Confira abaixo algumas dicas de especialistas para não cair em golpes durante as compras da Black Friday 2015:

1 – Compre em sites confiáveis

A primeira dica parece meio óbvia, mas ainda tem muita gente que se deixa enganar por preços muito baixos e acaba comprando em sites maliciosos. O resultado: golpe e prejuízo no bolso! Algumas instituições orientam os consumidores para que as compras ocorram sem problemas. A Fundação Procon mantém atualizada uma lista de sites não confiáveis para compras pela internet e que devem ser evitados pelo consumidor. A lista completa pode ser vista clicando aqui.

2 – Pesquise os preços dos produtos bem antes da Black Friday

Outa dica que também parece óbvia, mas que não é seguida à risca pela maioria dos consumidores brasileiros. Pesquise meses antes o valor do produto que você pretende comprar – smartphone, tablet, TV, videogame, eletrônicos – e evite cair no famoso golpe “tudo pela metade do dobro”, habitualmente praticado por diversos sites, quando o preço original do produto é maquiado e dobra de valor dias antes da Black Friday. Fique esperto!

Oadvogado do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Christian Printes, lembra que o anúncio da Black Friday é feito antecipadamente e o consumidor tem tempo para analisar os valores antes de comprar. Além de saber se a promoção é realmente boa, a pesquisa ajuda a identificar se o comerciante não está maquiando o preço. “Algumas lojas aumentam o preço antes de aplicar o desconto e isso acaba prejudicando o consumidor justamente porque ele não consegue ter o desconto efetivo”, alerta.  “Copie as telas [durante a pesquisa] e no dia da Black Friday também para que possa verificar quais são os preços oferecidos antes e o que estão oferecidos no dia”, orienta o advogado.

3 – Pesquise o CNPJ da loja antes da compra

Outra dica importante é checar a situação da loja para saber se ela pode estar em situação de falência, por exemplo. Para isso, o consumidor poderá consultar o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) na página da Serasa Experian. Desde maio de 2013, o decreto federal 7.962/13, que regulamenta o Código de Defesa do Consumidor, obriga as lojas virtuais a exibirem em suas páginas na internet dados como nome, endereço e CNPJ. Caso não encontre o número, desconfie e procure outro site.

4 – Faça a famosa listinha

Faça uma lista de produtos necessários antes da compra e estabeleça um limite para os gastos. Não compre apenas por comprar. Gastar por impulso transforma a aparente economia em um grande prejuízo. Se você não precisa de um produto e mesmo assim compra, não importa o preço, ele vai sair caro para o seu bolso.

5 – Não compre por impulso

O impulso é a principal armadilha nas grandes promoções. “É muito importante planejar. Olhar o que realmente precisa e não ficar tentado a comprar só porque o preço está bom. Então, é importante saber quanto você pode gastar e fazer uma lista do que pretende comprar”, diz a representante da Serasa, que orienta também pesquisar preços em locais diferentes. Use a racionalidade!

6 – E-mails e sites falsos

Durante esse período multiplicam-se os golpes por e-mails e por meio de sites falsos, que gravam o seu número do cartão de crédito para cloná-lo posteriormente. Desconfie de e-mails recebidos cujos remetentes são lojas nas quais você jamais se cadastrou. Cuidado também na hora de entrar em sites que podem ser maliciosos. Nesses casos, consulte sempre o número do CNPJ do site, endereço físico e telefone para contato, obrigatório no comércio virtual. Na dúvida consulte o nome do site no Google e analise a opinião de outros consumidores.

7 – Computador seguro

Evite comprar em computadores públicos ou que sejam utilizados por muitas pessoas. Mantenha sempre seu antivírus atualizado para evitar os indesejáveis vírus, malwares e trojans, que roubam os dados digitados no computador.

8 – Guarda e-mails, recibos, nota fiscal e documentos da compra

Guarde todos os e-mails relativos a compra que realizar pela internet. Você vai precisar desse tipo de dado para efetuar possíveis trocas ou mesmo garantir os seus direitos em eventuais problemas com o fornecedor.

9 – Direitos do consumidor também valem na Black Friday

O Código de Defesa do Consumidor também protege os seus direitos durante as compras feitas pela internet na Black Friday. Caso o produto entregue não seja o prometido, venha com problemas ou você se arrependa da compra, é seu direito devolver o produto. O consumidor tem até sete dias, a partir da data do recebimento, para se arrepender da compra e ter o seu dinheiro de volta. Em caso de dúvidas, procure o Procon da sua cidade.

10 – Evite comprar nos horários de pico

Durante a Black Friday, é comum o grande número de acessos nos sites participantes da promoção. Nesses casos, a navegação pode ficar lenta e o estoque de alguns produtos pode acabar rapidamente. Por isso, tenha em mente o que você deseja comprar. Durante o dia da promoção, os horários de pico costumam ser depois da meia noite, meio dia e depois das 18 horas.