Notícias

Dólar devolve perdas ante real com manutenção de expectativas sobre Fed após dados de emprego dos EUA

Reuters
Reuters
Dólar devolve perdas ante real com manutenção de expectativas sobre Fed após dados de emprego dos EUA
Notas de 100 dólares

3 de dezembro de 2021 - 12:42 - Atualizado em 3 de dezembro de 2021 - 12:45

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar abandonou as perdas registradas contra o real mais cedo nesta sexta-feira, após um decepcionante relatório de empregos do governo dos Estados Unidos não conseguir reverter expectativas de aperto monetário mais cedo do que o esperado pelo banco central norte-americano, o Federal Reserve (Fed).

Às 12h28 (horário de Brasília), o dólar à vista tinha variação positiva de 0,01%, a 5,6589 reais na venda, depois de ter chegado a cair até 1,02% mais cedo, a 5,6018 reais, na esteira dos dados do mercado de trabalho norte-americano.

Esse comportamento estava em linha com a movimentação do índice da divisa norte-americana frente a uma cesta de seis rivais, que devolveu completamente as perdas apresentadas imediatamente após o relatório de emprego, subindo 0,29% por volta de 12h20.

Foram abertos 210 mil postos de trabalho fora do setor agrícola dos EUA no mês passado, informou o Departamento do Trabalho norte-americano em relatório conhecido como “payroll”. Economistas consultados pela Reuters esperavam geração líquida de 550 mil vagas.

Embora a leitura decepcionante tenha pressionado momentaneamente a moeda norte-americana no exterior, especialistas comentaram que o dado não deve minar expectativas do mercado de que o Fed acelerará o processo de redução de seus estímulos e elevará os juros mais cedo do que o anteriormente esperado.

O Fed condiciona o aperto de sua política monetária à recuperação do mercado de trabalho doméstico. Condições menos estimulativas no país, por sua vez, tendem a beneficiar o dólar.

Foi uma “criação de vagas bem menor do que o esperado”, mas o relatório geral “não foi tão ruim assim”, disse Gustavo Cruz, estrategista da RB Investimentos. Ele chamou atenção para a baixa taxa de desemprego entre vários grupos sociais nos Estados Unidos, enquanto os ganhos médios salariais continuaram subindo.

“Entendo que o ‘payroll’ de hoje corrobora o plano de antecipar o (fim do) ‘tapering’ (processo de redução de estímulos) e começar a discutir alta de juros no segundo semestre do ano que vem ou até antes”, afirmou Cruz.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHB20MV-BASEIMAGE