Notícias

Desembargadora suspende decisão que deixou assassinos, traficantes e assaltantes irem para casa

Desembargadora suspende decisão que deixou assassinos, traficantes e assaltantes irem para casa

6 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 5 de junho de 2020 - 16:14

A desembargadora do Tribunal de Justiça do Paraná, Maria José de Toledo Marcondes Teixeira, mandou 15 presos que deixaram a cadeia pelo risco de contrair Coronavírus de volta para as celas. Ela atendeu um pedido Ministério Público do Paraná.

Três dos presos que estavam em casa são condenados por homicídio, um deles por matar uma mulher num feminicídio. Os outros são traficantes ou assaltantes, sendo um deles apontado como integrante de facção criminosa.

As liberações atendem uma circular do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) assinada pelo ministro Dias Toffoli. De acordo com relatório do Departamento Penitenciário do Estado, 2.397 presos deixaram as celas por decisões judiciais humanitárias, portanto ainda faltam 2.382 retornarem à prisão.

Veja aqui a decisão da desembargadora