Notícias

Mais duas pessoas são presas pelo desaparecimento de casal em Goioerê

Diversos indícios apontam envolvimento dos dois homens no crime; Amiga de Kawany permanece como suspeita de ser mandante do duplo homicídio

Gabriel
Gabriel Trevisan
Mais duas pessoas são presas pelo desaparecimento de casal em Goioerê
Foto: Colagem/ Redes sociais

16 de setembro de 2020 - 17:01 - Atualizado em 16 de setembro de 2020 - 17:01

Foram presas na manhã desta quarta-feira (16) mais duas pessoas suspeitas de participar do desaparecimento de Kawany Grejanin Cleve Machado, de 23 anos, e Rubens Bigueti Junior, de 29 anos, ambos de Goioerê.

Mauro José Cavalcante Sobrinho, conhecido como Ceará, e Alessandro Benati de Souza, conhecido como Mohamed, foram presos provisoriamente em Umuarama, e são vistos como suspeitos pelo sequestro e execução do casal desaparecido.

Em coletiva de imprensa na sede da 7ª Subdivisão Policial de Umuarama, o delegado responsável pelo caso, Adailton Ribeiro Junior, disse que não pode revelar muitas informações, devido o andamento das investigações.

“Eles negam envolvimento no desaparecimento do casal, mas diversos indícios encontrados durante a investigação levam a crer que eles estão envolvidos”, disse o delegado.

Suziane Ferreira dos Santos, de 23 anos, amiga de Kawany, continua presa e é apontada como principal mandante do crime. Segundo relatos da mãe da jovem desaparecida, Suziane tinha obsessão pela vida de Kawany, além de interesse amoroso no marido da amiga.

Ainda durante a coletiva de imprensa desta quarta-feira, o delegado disse que espera com o cumprimento da prisão temporária dos suspeitos conseguir elucidar o caso.

Kawany Grejanin Cleve Machado e Rubens Bigueti Junior estão desaparecidos há mais de um mês, desde a noite do dia 3 de agosto. O filho do casal, um bebê de quatro meses, foi encontrado abandonado numa calçada e está, desde então, sob os cuidados da avó materna. O carro da família foi encontrado no dia seguinte, queimado, numa cidade da região.