Segurança

Dentista é preso por maus-tratos aos animais, em Ponta Grossa

O homem possuía ração dentro de casa e, mesmo notando o estado dos cachorros, não os alimentava

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da Polícia Civil de Ponta Grossa
Dentista é preso por maus-tratos aos animais, em Ponta Grossa
(Foto: Reprodução/Polícia Civil de Ponta Grossa)

30 de junho de 2021 - 14:24 - Atualizado em 30 de junho de 2021 - 14:24

​Um dentista, de 29 anos, foi preso em flagrante pelo crime de maus-tratos aos animais. A ação ocorreu no bairro Contorno, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná.

Segundo a Polícia Civil, no local havia dois cães grandes, da raça “Dog Alemão”, em avançado estado de desnutrição e desidratação. Os ossos da pelve e bacia dos animais estavam evidentes devido à magreza excessiva. Um dos cães também estava com o rabo machucado e o osso exposto.

De acordo com a polícia, a fome dos animais era tão grande que eles estavam se alimentando de frutas que caíam da árvore. O tutor possuía ração dentro da casa, porém, mesmo vendo que os animais estavam definhando, o sujeito negligenciava a alimentação. Além de famintos, os cachorros também estavam passando sede, pois no local não havia água disponível.

O dentista foi autuado em flagrante pelo crime de maus-tratos aos animais e poderá receber uma pena de reclusão, que varia de dois a cinco anos, além de multa e proibição de guarda. A pena pode ser acrescida de um sexto a um terço se houver a morte do animal.