Futebol

De saída do Palmeiras, Jailson posa com taças e é exaltado por Galiotte: “Um dos maiores do clube”

Gazeta
Gazeta Esportiva

8 de dezembro de 2021 - 20:49 - Atualizado em 8 de dezembro de 2021 - 22:45

O ciclo do goleiro Jailson está chegando ao fim no Palmeiras após sete anos de clube. Com a despedida próxima, o Verdão homenageou o atleta de 40 anos nesta quarta-feira com uma placa comemorativa e uma camiseta com o número 104, em alusão ao total de atuações do jogador com a camisa alviverde.

Jailson aproveitou também para posar, ao lado de sua família, com todas as taças conquistadas durante sua passagem pelo clube.

“São 104 jogos e oito títulos. O Jailson entrou para a história da Sociedade Esportiva Palmeiras como um dos maiores atletas do clube. Em nome de toda a torcida palmeirense, o nosso muito obrigado”, disse Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras.

Em seus sete anos de Palestra, a temporada em que mais se destacou foi a de 2016, ano em que atuou por 19 partidas do Campeonato Brasileiro – vencido pela equipe alviverde – sem sair derrotado em nenhuma delas.

“O Brasileiro de 2016 foi o meu primeiro troféu. O carinho é grande por todos, mas o de 2016 está marcado no meu coração”, contou Jailson, que também integrou o elenco nas conquistas do Brasileirão de 2018, das Copas do Brasil de 2015 e 2020, do Paulistão de 2020 e das Libertadores de 2020 e 2021.

“Era um contrato de seis meses, acabei ficando sete anos. Não tenho palavras para tudo o que vivi aqui, estou muito feliz. Olho para trás e vejo que conquistei tudo que sonhei. Agradeço muito ao Palmeiras”, encerrou Jailson.

Dentro de campo, o Palmeiras se prepara para o último jogo da temporada, frente ao Ceará, na Arena Barueri, às 21h30 (de Brasília) desta quinta-feira. A partida é válida pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro.