Notícias

Criminosos explodem carro-forte e usam caminhão para bloquear a BR-277

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

10 de janeiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 10 de janeiro de 2017 - 00:00

Foto: Divulgação Soldado Adilson Voinaski Afonso/ Polícia Militar

Dois homens foram presos em flagrante enquanto recolhiam o dinheiro que sobrou da explosão

Um grupo de aproximadamente 15 bandidos bloquearam a BR-277, no Km 45, sentido litoral, na noite desta segunda-feira (9) e explodiram um carro-forte, após render os vigilantes da empresa de transporte de valores, na região de Morretes. Segundo a Polícia Militar, dois homens foram flagrados enquanto recolhiam o dinheiro que permanecia na rodovia e foram presos. 

De acordo com a PM, um grupo fortemente armado, usando uma Ecosport adaptada para encaixe de arma de grosso calibre (.50), teria barrado o carro-forte na BR 277, no Km 43, sentido Litoral. “O grupo atirou em direção ao veículo e os vigilantes revidaram, porém os funcionários da empresa se renderam. As informações apontavam que dois vigilantes teriam sido levados como reféns e abandonados em seguida, no entanto não se confirma”, explicou o comandante da subárea da PM em Morretes, tenente Ivan Luiz Matsuzava.

Um policial de folga, que seguia para o litoral e teria presenciado a situação, acionou o 190. No local onde crime havia ocorrido há poucos minutos, os policiais militares encontraram munições de calibre .50 intactas. Os agentes resgataram quatro seguranças da empresa, isolaram a área e oraganizaram o trânsito. A pista ficou interditada por mais de duas horas.

Leia mais

Vídeo mostra momento em que bandidos invadem hipermercado em Araucária

Clientes são usados como escudo em assalto à agência bancária de Itaperuçu

“Duas pessoas foram flagradas pela equipe da ROTAM no local coletando o dinheiro que estava na rodovia espalhado após a explosão do carro-forte. A princípio, a dupla passava pelo local quando visualizou o dinheiro e foi pegá-lo. Ambos os envolvidos serão conduzidos pela PRF à delegacia, mas a princípio não estariam diretamente ligados ao roubo. No entanto, será investigado”, disse o comandante do 17º BPM, tenente-coronel William Kuczynski.

A Criminalística foi acionada para fazer a perícia dos veículos, sendo a Ecosport, com placas trocadas, usada pelos suspeitos e o carro-forte, além das munições .50 apreendidas. O trânsito no local foi interditado durante a ação policial, mas liberado logo após os procedimentos necessários no sentido Curitiba; já para quem segue para o Litoral do estado foi liberada logo após à meia-noite.

Buscas no litoral

A Polícia Militar do Paraná informou por meio de nota que está empenhada e apoiando a Polícia Rodoviária Federal nas buscas pelos marginais e recuperação de dinheiro levado (não se sabe ainda a quantia). Para esta ação a Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE) e equipes do Comandos e Operações Especiais (COE) estão atuando na região e outras localidades possíveis. Também estão agindo, desde o início, as ROTAMs do 17º BPM, do 9º BPM (Subárea de Antonina e Morretes), do BPMA e os policias militares do Verão Paraná. “Estamos com um cerco montado, com barreiras e outras ações para localizar estes marginais”, diz o tenente-coronel Nivaldo.

Bloqueios policiais foram montados nos acessos às praias do litoral, às cidades de Morretes, Antonina e Paranaguá, com o apoio dos policiais militares do “Verão Paraná 2016/2017”, inclusive do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA). A Polícia Rodoviária Federal está com os dois suspeitos, os veículos e o dinheiro apreendido para que as medidas cabíveis sejam tomadas. Tudo será entregue na Delegacia de Polícia Civil de Morretes.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.