Caroline
Caroline Berticelli / Editora

16 de outubro de 2019 - 00:00

Atualizado em 1 de julho de 2020 - 15:12

Notícias

Crianças são sequestradas e uma é estuprada; criminosos atraíram pelo Facebook

Uma menina, de 12 anos, sofreu abuso sexual enquanto a outra, de 9 anos, foi dopada; o crime foi registrado na Grande Curitiba

Duas crianças foram sequestradas e uma delas estuprada por criminosos após conhecerem os suspeitos pela rede social Facebook na Grande Curitiba. As vítimas foram liberadas na manhã desta desta quarta-feira (16) em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana da capital, depois que um dos bandidos foi morto pela polícia. 

“Nós recebemos essa informação há pouco, de que as meninas teriam conhecido um desses rapazes, a princípio, ou os dois, nós não sabemos, pelas redes sociais. O que nos leva a crer que provavelmente tenham marcado um encontro, o que gerou o sumiço delas na data de ontem. Duas meninas muito novas, muito fácil para esses indivíduos já com a ficha corrida de crimes pra conseguir passar a conversa nelas”, explicou o capitão Kredens, do BOPE. 

Entenda o sequestro das crianças 

As meninas, de 9 e 12 anos, foram levadas por dois criminosos do bairro Tatuquara, na capital, onde elas vivem, nesta terça-feira (15). Durante as investigações, a polícia descobriu que um dos bandidos usava tornozeleira eletrônica e solicitou o rastreio do homem. Ainda na terça, a localização apontou para uma residência em Fazenda Rio Grande. No local, foi encontrado um veículo roubado, mas não havia ninguém. 

O capitão do BOPE falou sobre o caso com a RIC Record TV. (Foto: Reprodução/RIC Record TV)

Já na manhã desta quarta, o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen-PR) passou uma nova posição do suspeito, dessa vez, apontando para um região de mata, ao lado de um condomínio, em uma área mais retirada da cidade. 

Confronto com a polícia

Assim que os soldados Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), da Polícia Militar, chegaram no matagal, um dos homens tentou atirar contra a polícia e acabou morto. O outro suspeito se entregou e liberou as reféns

De acordo com a polícia, a menina de 12 anos foi estuprada pelos criminosos, enquanto a de 9 anos foi dopada para não acompanhar o abuso sexual da amigaAmbas foram encaminhadas para receber o tratamento necessário.

“Elas estão sendo acompanhadas pelas equipes do 13º Batalhão, do Conselho Tutelar, junto a equipes do NUCRIA, para que se possa averiguar totalmente a situação”, explicou o capitão Kredens  do BOPE. 

O Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria) e a Polícia Civil de Fazenda Rio Grande investigam o caso.