Notícias

Covid-19 mata 173 mil pessoas no Brasil e OMS está preocupada com o país

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu para que o Brasil leve “muito a sério” o aumento no número de casos de coronavírus

Reuters
Reuters
Covid-19 mata 173 mil pessoas no Brasil e OMS está preocupada com o país
.

30 de novembro de 2020 - 18:24 - Atualizado em 30 de novembro de 2020 - 18:45

O Brasil registrou nesta segunda-feira (30) 287 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de mortes pela doença no país a 173.120, informou o Ministério da Saúde.

Também foram notificados 21.138 novos casos da doença provocada pelo coronavírus, com o total de infecções confirmadas no país atingindo 6.335.878, segundo o ministério.

Domingos e segundas costumam ser dias de registros abaixo da média em termos de casos e óbitos, em função do represamento de testes durante os finais de semana, mas o país tem passado pelo que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, chamou de “repique” da doença.

Nesta segunda, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu para que o Brasil leve “muito a sério” o aumento no número de casos de coronavírus, descrito por ele como “muito, muito preocupante”.

O Brasil é o segundo país com maior número de mortes por coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro em casos, abaixo dos EUA e da Índia.

Estado mais afetado pelo coronavírus, São Paulo atingiu as marcas de 1.241.653 casos e 42.095 mortes.

Diante do agravamento da pandemia, o governo paulista anunciou nesta segunda a regressão de parte do Estado para a fase amarela do plano de reabertura da economia, limitando horários de funcionamento e número de pessoas em estabelecimentos como lojas, bares, restaurantes e shoppings.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGAT1OL-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.