Notícias

Homem corta barriga da esposa grávida para descobrir sexo do bebê

Segundo familiares, o homem não aceitava o fato de ser pai de um mais uma menina; a mulher grávida de sete meses está internada em estado grave

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Homem corta barriga da esposa grávida para descobrir sexo do bebê
Foto: Ilustrativa/Pixabay

21 de setembro de 2020 - 17:11 - Atualizado em 21 de setembro de 2020 - 17:18

Um homem cortou a barriga de sua esposa grávida para descobrir o sexo do bebê no último sábado (19). A atitude brutal foi tomada porque ele estava desesperado para ter um filho homem.

Segundo o jornal The Mirror, a mulher, de 35 anos, está grávida de sete meses e permanece internado em estado grave. A condição de saúde da criança não foi divulgada

Foram os pais da vítima que declararam à polícia que o homem já é pai de cinco meninas e não suportava a ideia de não ter nenhum filho

Identificado apenas como Pannalal, o homem foi preso após o ataque que ocorreu na aldeia de Nekpur, no estado indiano de Uttar Pradesh. O caso segue em investigação e a polícia tenta descobrir o objeto que foi usado para abrir a esposa. 

O incidente reflete um estigma contínuo em relação ao nascimento de meninas em certas partes da Índia. Em junho do ano passado, um vídeo de uma menina recém-nascida que foi abandonada em uma lata de lixo se tornou viral depois de ser compartilhado no Twitter .

Em 2017, uma investigação da Sunday People descobriu que três meninas indesejadas são despejadas do lado de fora do centro de Palna, em Nova Delhi, todos os meses. Além disso, números semelhantes de crianças do sexo feminino também são abandonadas em orfanatos, hospitais e delegacias de polícia na extensa capital da Índia.

Mulher corta barriga de amiga grávida e rouba o bebê

No final de agosto deste ano, o caso de uma mulher que cortou a barriga de sua amiga grávida em Canelinha, Santa Catarina, e roubou o bebê chocou o Brasil.

Conforme Rozalba Maria Grime, de 26 anos, que confessou o crime, ela chamou a vítima para um chá de fraldas surpresa que não existia, golpeou a cabeça da amiga com um tijolo e usou um estilete para retirar a criança.

“Bati com o tijolo na cabeça dela, na segunda tijolada ela perdeu a consciência. […] Eu cortei a barriga, fui cortando devagarzinho ali, queria o bebê. Não olhei se ela se debatia”, disse tranquilamente durante o seu depoimento.