Coronavírus

É hoje! Vacina chinesa contra covid-19 começa a ser testada no Brasil

Testes com a CoronaVac serão realizados em nove mil voluntários em centros de pesquisas de seis estados brasileiros: São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná

Guilherme
Guilherme Barchik
É hoje! Vacina chinesa contra covid-19 começa a ser testada no Brasil
Vacina: Instituto da China teve bons resultados. (Foto: Divulgação)

21 de julho de 2020 - 07:25 - Atualizado em 21 de julho de 2020 - 07:27

A vacina chinesa contra o novo coronavírus, chamada de CoronaVac, começa a ser testada em voluntários brasileiros a partir de hoje (21). Inicialmente a vacina será aplicada em 890 voluntários da área da saúde do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

A vacina é aplicada em duas doses. A primeira delas começa a ser aplicada amanhã. A outra dose será aplicada após 14 dias. Os pesquisadores do Hospital das Clínicas vão analisar os voluntários em consultas que são agendadas a cada duas semanas. A estimativa é concluir todo o estudo da fase 3 de testes em até 90 dias.

Ao todo, os testes com a CoronaVac serão realizados em nove mil voluntários em centros de pesquisas de seis estados brasileiros: São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. A pesquisa clínica será coordenada pelo Instituto Butantan e o custo da testagem é de R$ 85 milhões, custeados pelo governo.

Os testes serão acompanhados por uma comissão de pesquisadores internacionais, que terão acesso à plataforma científica para observar o andamento e garantir transparência em todo o processo. 

Caso seja comprovado o sucesso da vacina, ela começará a ser produzida pelo Instituto Butantan a partir do início do ano que vem, com mais de 120 milhões de doses, o suficiente para vacinar cerca de 60 milhões de brasileiros.